Anúncios

Último dia do verão astrônomico com -70°C na Antártida | NSIDC

A temperatura nesta sexta-feira (19), última dia do verão astronômico e véspera do equinócio do outono, atingiu -70°C pela primeira vez no ano na Antártida. 

A temperatura mínima na estação russa de Vostok foi de exatos -70,0°C. A marca é 8°C abaixo do que é normal para esta época do ano. O recorde de mínima de março é de -75,3°C. 


Localização da base Vostok | Wikipédia

Marcas tão extremas são normais nesta parte da Antártida. A estação da Rússia possui o recorde oficial de menor temperatura já registrada em superfície no planeta com 89,2°C abaixo de zero em 21 de julho de 1983. 

Temperatura está abaixo da média hoje na região de Vostok

Os seres humanos não conseguem suportar um ar tão frio por mais do que algumas respirações. Respirar ar nesta temperatura causaria uma hemorragia nos pulmões. Cientistas russos na estação usam máscaras especiais que aquecem para suportar o frio.

Região mais fria do planeta 

A elevada altitude do Planalto Antártico Leste e sua proximidade com o Pólo Sul conferem-lhe o clima mais frio de qualquer região da Terra.

A menor temperatura do ar já medida por uma estação meteorológica de -89°C, em Vostok, ocorreu na região. 

NSIDC

As estações meteorológicas, entretanto, não podem medir as temperaturas em todos os lugares. Então, 2013, cientistas  decidiram analisar dados de vários satélites de observação da Terra para ver se eles poderiam encontrar temperaturas ainda mais baixas do que as registradas em Vostok.

No estudo, eles analisaram dados de satélite coletados durante o inverno do Hemisfério Sul entre 2004 e 2016. Para isso, usaram dados do instrumento MODIS a bordo dos satélites Terra e Aqua da NASA, bem como dados de instrumentos nos satélites ambientais operacionais polares da NOAA.

Os pesquisadores observaram temperaturas da superfície caindo regularmente abaixo de -90°C durante quase todo inverno em uma ampla região do planalto, a mais de 3.500 metros (acima do nível do mar. 

Dentro dessa ampla região, descobriram que dezenas de locais tinham temperaturas muito mais frias. Quase 100 locais atingiram temperaturas de superfície de -98°C.

A atmosfera nesta região pode às vezes ter menos de 0,2 mm de água precipitável total acima da superfície. Mas, mesmo quando está tão seco e frio, o ar retém parte do calor e o envia de volta à superfície.


Isso significa que as taxas de resfriamento são muito lentas à medida que as temperaturas da superfície se aproximam dos valores recordes. 

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

No entanto, a temperatura medida a partir dos satélites é a temperatura da superfície da neve, não o ar acima dela. Por isso, não são reconhecidas como recordes e a marca de Vostok da década de 80 segue como a menor oficial.

Anúncios