Anúncios

O canal principal de umidade da América do Sul estará direcionado nos próximos dias para o Sul do Brasil, trazendo abundante umidade da região amazônica para a parte meridional do país pelo corredor de ar úmido que passa por Bolívia, Paraguai e o Norte da Argentina.

Com isso, os maiores volumes de chuva nos próximos sete dias devem ocorrer no Sul brasileiro, em particular no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina com os maiores acumulados na Metade Norte gaúcha. Os volumes devem passar de 100 mm a 150 mm em alguns municípios.


No Centro-Oeste e no Sudeste do Brasil, a chuva, em geral, vai ficar abaixo do que é normal pra esta época do ano com predomínio do sol e calor. Se por um lado chove menos, o calor gera nuvens carregadas que podem trazer chuva muito volumosa isoladamente em temporais localizados e passageiros da tarde para a noite. 


O mapa acima do modelo Icon do serviço meteorológico alemão, disponível ao assinante na seção de mapas com quatro atualizações diárias, mostra os volumes de chuva no Centro-Sul do Brasil até quinta-feira da próxima semana, observando-se a tendência de chover mais no Sul.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios