Anúncios

Muita chuva é esperada neste fim de agosto e no começo de setembro entre o Centro-Norte do Uruguai e a Metade Sul gaúcha com acumulados excessivos que podem trazer problemas como inundações.

Na maior parte do Brasil, entretanto, seguirá predominando uma grande massa de ar seco que inibe a ocorrência de chuva. Justamente esta massa de ar seco faz com que a umidade da Amazônia escoe pelo interior do continente e gere a chuva excessiva na região entre as massas de ar mais quente e fria que estará entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul.

Este e muitos outros mapas de precipitação estão disponíveis ao assinante com diversas atualizações diárias na seção de mapas. 


Anúncios