O Mato Grosso, o Mato Grosso do Sul e o interior de São Paulo tiveram hoje mais um dia com calor acima de 40ºC. É uma longuíssima sequência de dias de calor excepcional em meio a uma extraordinária onda de calor. A cúpula de calor com uma área de alta pressão em altitude que traz o tempo seco e extremamente quente vai prosseguir ainda durante esta semana. O calor, inclusive, deve volta a se intensificar no Centro-Oeste e no Sudeste do Brasil entre os dias 7 e 10 agora de outubro. Os mapas abaixo mostram a projeção de anomalia de temperatura no nível de 850 hPa (a 1.500 metros de altitude) nos dias 8, 10 e 12 deste mês.

Como se observa, com o avanço de uma massa de ar frio pelo Sul do Brasil e que vai alcançar a Região Sudeste e parte do Centro-Oeste, o calor deve ceder depois do dia 10 e, em particular, ao redor do feriado de Nossa Senhora Aparecida ou o Dia da Criança, o 12 de outubro. Não vai fazer frio nestas áreas mais quentes, mas o calor deixará de ser excepcional e passará a ser o mais comumente observado nesta época do ano, ou seja, ainda fará calor.

Temperatura alta à tarde é normal em outubro no Centro-Oeste e no interior de São Paulo em fim de setembro e outubro, mas as marcas dos últimos dias fugiram muito à normalidade com recordes de muitas décadas e marcas jamais vistas em diversas localidades.