Raios na madrugada desta segunda-feira no município de Torres, no Litoral Norte, devido à atuação de um cavado que trouxe granizo em alguns municípios. (Gabriel Zaparolli)

Uma área de menor pressão atmosférica, denominada em Meteorologia de cavado, foi a responsável hoje pela instabilidade no Rio Grande do Sul com chuva acompanhada de trovoadas em diversas localidades, especialmente da Metade Norte na madrugada e de manhã, e no Sul gaúcho hoje à tarde. Chegou a ocorrer granizo miúdo em alguns municípios, sobretudo dos vales e da Grande Porto Alegre. 

Granizo no município de Rio Grande, no Sul gaúcho, na tarde desta segunda-feira. (Porteira Adentro/Divulgação)

A instabilidade permanece no Estado nesta terça-feira, mas a causa será diferente. Desta vez uma frente fria será a responsável pela chuva e à possibilidade de novos temporais.

A frente trará chuva para quase todo o Estado nesta terça. Só áreas junto à fronteira com o Uruguai e a região de Uruguaiana não devem ter chuva. 

A instabilidade ganhará força à medida que a frente avança e pontos do Centro pro Norte gaúcho podem registrar chuva localmente forte com risco de temporais isolados de granizo ou vento forte. Porto Alegre e região metropolitana estão na zona de risco,m.

Ar polar começa a ingressar ao longo da terça, esfria muito e melhora o tempo. De manhã, o sol retorna no Oeste e do Sul. À tarde, no Centro do Estado. O Norte gaúcho deve ter a melhora à noite. 

Ar frio chegará com rajadas de vento Sul, trazendo muito baixa sensação térmica. As máximas à tarde serão baixas, na casa de apenas 10°C ou 11°C na fronteira com o Uruguai e entre 12°C e 13°C na maior parte do Centro, Oeste e Sul gaúcho.

Vai estar gelado à noite, quando ocorrem as mínimas do dia. No final da terça-feira pode fazer 2°C a 3°C na fronteira com o Uruguai e nos Aparados da Serra e ao redor de 0°C na Serra do Sudeste.