Um centro de alta pressão de 1.032 hPa sobre o Rio Grande do Sul, associado à massa de ar seco e frio de origem polar, garante tempo aberto em toda a América do Sul neste momento. No Sul do continente, frente fria começa a avançar pela Patagônia. Entre o Centro-Oeste e o Sudeste, frente semi-estacionária associada a um ciclone extratropical no Atlântico. No Norte da América do Sul, instabilidade na Amazônia peruana e colombiana induzida pelo avanço do ar frio pelo interior do continente (friagem).