Anúncios

Cassiano Marchett

O Rio Grande do Sul teve nesta sexta-feira (7) o terceiro dia seguido com temperatura mínima abaixo de zero, a despeito de uma massa de ar mais quente estar atuando no Estado. Os termômetros indicaram -3,5°C negativos em São José dos Ausentes e mais uma vez geou forte (foto).  Santa Catarina teve o terceiro dia seguido com mínimas na casa de 8°C abaixo de zero.

Cassiano Marchett

Ar muito seco em altitude, vento calmo e tempo aberto com céu claro explicam estas mínimas extremamente baixas de ontem e hoje mesmo com uma massa de ar quente atuando no Rio Grande do Sul. É o mesmo processo de um deserto com muito frio à noite e tempo quente à tarde. A atmosfera muito seca é determinante neste contexto. 

Em áreas de altitude, o ar mais frio (mais denso e pesado) escoa para as baixadas durante o processo de resfriamento noturno. Estas mínimas acabam sendo registradas por estações meteorológicas instaladas justamente nestas baixadas, que se transformam em verdadeiros “poços de frio” em noites de tempo seco, aberto e sem vento.

Atente ao caso do município de São José dos Ausentes. A mínima de 3,5°C abaixo de zero foi observada em estação automática particular instalada numa baixada. Já a estação do Instituto Nacional de Meteorologia em Ausentes, que está sobre um morro, logo um ponto alto, teve mínima nesta sexta de 11,4°C positivos. Diferença de 14,9°C na mínima entre estações de baixada e topo no mesmo município. 


A umidade relativa do ar às 4h da manhã na estação de topo do Inmet era de apenas 17%, quando normalmente situa-se entre 80% e 90% na hora do amanhecer. 

Anúncios