Anúncios

A imagem de satélite do começo da noite desta terça-feira mostra aumento da nebulosidade sobre o Paraguai, a província argentina de Misiones, o Oeste de Santa Catarina, o Sudoeste do Paraná, e o Noroeste e o Norte do Rio Grande do Sul. Estas nuvens já trazem chuva em locais no Nordeste da Argentina.


Nas próximas horas, especialmente durante a madrugada desta quarta-feira, a instabilidade aumentará no Noroeste e no Norte gaúcho e se espera chuva. As precipitações tendem a ser irregulares e não afetarão todos os municípios e, no geral, não devem ter altos acumulados. A instabilidade vai se estender no decorrer do dia para pontos de Santa Catarina e do Paraná.

No Rio Grande do Sul, o sol aparece em todas as regiões nesta quarta, entretanto são esperadas nuvens no decorrer do dia na maior parte do Estado. No começo do período, na madrugada e de manhã, áreas de instabilidade trazem chuva para pontos da Metade Norte, em especial do Noroeste e do Norte gaúcho.


Entre a tarde e a noite se formam novas áreas de instabilidade com chuva bastante localizada novamente na Metade Norte. No Oeste, na maior parte do Centro, no Sul e no Leste gaúcho o tempo firme predomina. Com isso, a quarta começa com temperatura amena e chance de neblina em alguns pontos, e faz até um pouco de frio no Sul gaúcho e na Campanha com marcas de 11ºC a 13ºC ao amanhecer. A tarde será muito agradável e com marcas típicas do mês de abril.

A tendência é de instabilidade mais generalizada com chuva em grande número de cidades na quinta-feira com avanço de nuvens de chuva pelo Sul do Brasil a partir do Nordeste argentino. Projeta-se, inclusive, chuva moderada a forte em alguns pontos com risco de altos volumes em curto período. Não se descarta a possibilidade de temporais localizados, especialmente de granizo.

Anúncios