Porto Alegre registrou precipitação na estação do Instituto Nacional de Meteorologia no bairro Jardim Botânico em 13 dos primeiros 17 dias deste mês. O acumulado de chuva em setembro já chega a 191 mm, logo acima da média histórica mensal de 139,5 mm, muito antes de o mês terminar.

Hoje, o dia começou úmido e com garoa na Capital e o tempo, como previsto, abriu à tarde com muito sol. Foi a transição para uma tão esperada sequência de dias de tempo seco e com a presença do sol na cidade após uma primeira metade de mês cinzenta e úmida na maior parte do tempo.

Porto Alegre de manhã (Fernando Oliveira)

Porto Alegre de tarde (Fernando Oliveira)

E o sol veio para ficar mesmo por um bom número de dias. Até se espera aumento de nebulosidade no sábado por conta do ingresso de uma massa de ar frio, mas ainda assim o sol aparece acompanhado de nuvens, o que também ocorre nesta sexta-feira. A massa de ar polar com maior pressão atmosférica que chega no sábado é que garantirá vários dias seguidos com sol na Capital.


Esta massa de ar frio trará madrugadas de temperatura muito baixa para a segunda quinzena de setembro tanto no domingo como na segunda-feira e deve gear em diferentes pontos do Rio Grande do Sul, o que nesta época do ano é um grande risco de perdas na agricultura. Conforme os modelos numéricos analisados pela MetSul, a chuva poderia retornar na segunda metade da próxima semana com uma frente fria