Anúncios

Sonda Voyager 1 deixou de transmitir dados para a Terra nos últimos dias | NASA

A NASA deixou de receber dados da Voyager 1, a sonda espacial mais distante da Terra. Os engenheiros da agência espacial norte-americana trabalham para resolver um problema com um dos três computadores de bordo da Voyager 1, chamado sistema de dados de voo (FDS).

A espaçonave está recebendo e executando comandos enviados da Terra; no entanto, o FDS não está se comunicando adequadamente com um dos subsistemas da sonda, denominado unidade de telecomunicações (TMU). Como resultado, nenhum dado científico ou de engenharia está sendo enviado de volta à Terra.


O FDS foi concebido para recolher dados dos instrumentos científicos, bem como dados de engenharia sobre a saúde e o estado da nave espacial. Em seguida, combina essas informações em um único “pacote” de dados a ser enviado de volta à Terra pelo TMU. Os dados estão na forma de número uns e zeros ou código binário. Combinações variadas dos dois números são a base de toda linguagem de computador.

Recentemente, o TMU começou a transmitir um padrão repetitivo de uns e zeros como se estivesse “travado”. Depois de descartar outras possibilidades, a equipe da Voyager determinou que a origem do problema é o FDS. No fim de semana passado, a equipe tentou reiniciar o FDS e devolvê-lo ao estado em que estava antes do início do problema, mas a espaçonave ainda não está retornando dados utilizáveis.


Pode levar várias semanas para que os engenheiros desenvolvam um novo plano para solucionar o problema. Lançada em 1977, a nave espacial e a sua gêmea, a Voyager 2, são as duas naves espaciais em operação há mais tempo na história.

“Encontrar soluções para os desafios que as sondas enfrentam muitas vezes envolve a consulta de documentos originais, de décadas atrás, escritos por engenheiros que não previram os problemas que estão surgindo hoje. Como resultado, leva tempo para a equipe entender como um novo comando afetará as operações da espaçonave, a fim de evitar consequências indesejadas”, diz comunicado da NASA.

Além disso, os comandos dos controladores da missão na Terra demoram 22,5 horas para chegar à Voyager 1, que está a explorar as regiões exteriores do nosso sistema solar a 24 bilhões de quilômetros da Terra. Isso significa que a equipe de engenharia terá que esperar 45 horas para obter uma resposta da Voyager 1 e determinar se um comando teve o resultado pretendido.

A Voyager 1 foi lançada pela NASA em 5 de setembro de 1977, como parte do programa Voyager destinado a explorar os planetas exteriores do nosso sistema solar. Juntamente com sua sonda irmã, a Voyager 2, a Voyager 1 realizou algumas das missões mais notáveis e duradouras na história da exploração espacial.

A missão inicial das sondas Voyager era estudar Júpiter e Saturno, e ambas as sondas forneceram dados valiosos e imagens detalhadas dos gigantes gasosos. No entanto, após completar com sucesso essa fase inicial da missão, a Voyager 1 continuou sua jornada em direção ao espaço interestelar, tornando-se a primeira sonda a atingir essa notável conquista.

Cada sonda Voyager carrega um disco de ouro conhecido como o “Golden Record”, contendo uma coleção de saudações, sons e imagens da Terra. Este é um esforço para representar a diversidade e a cultura da vida na Terra para possíveis formas de vida extraterrestre que possam encontrar a sonda.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.

Anúncios