Anúncios

Moradores de uma cidade do Noroeste da Síria encontraram uma criança chorando cuja mãe parece ter dado à luz enquanto estava enterrada sob os escombros de prédio de apartamentos de cinco andares destruído pelo terremoto devastador desta semana, disseram parentes e um médico nesta terça-feira.

Menina nasceu nos escombros do prédio em que sua família viveu e foi a única sobrevivente | RAMI AL SAYED/AFP/METSUL METEOROLOGIA

A menina recém-nascida foi encontrada enterrada sob os escombros com o cordão umbilical ainda conectado à mãe, Afraa Abu Hadiya, que foi encontrada morta, disseram eles. O bebê foi o único membro de sua família a sobreviver do colapso do prédio na segunda-feira na pequena cidade de Jinderis, perto da fronteira com a Turquia, Ramadan Sleiman, um parente, disse à agência Associated Press.

As equipes de resgate encontraram o bebê na tarde da segunda-feira, mais de 10 horas após o terremoto. Uma vizinha cortou o cordão, e ela e outras pessoas correram com o bebê para um hospital infantil na cidade vizinha de Afrin, onde ela foi mantida em uma incubadora, disse o médico que tratou do bebê, Dr. Hani Maarouf.

A temperatura corporal do bebê caiu para 35ºC e ela tinha hematomas, incluindo um grande nas costas, mas está em condição estável, informou a equipe médica. Maarouf disse acreditar que o bebê nasceu cerca de três horas antes de ser encontrado, devido à queda de temperatura.


O terremoto de magnitude 7,8 antes do amanhecer de segunda-feira, seguido por vários tremores secundários, causou destruição generalizada no Sul da Turquia e no Norte da Síria. O número confirmado de mortos ultrapassou 5 mil nos balanços de hoje e continua a aumentar com mais corpos descobertos.

A cidadeo onde o bebê foi achado viu outro resgate dramático na noite de segunda-feira, quando uma criança foi retirada com vida dos destroços de um prédio desabado. Um vídeo do White Helmets, o serviço de emergência da região, mostra um socorrista cavando através de concreto triturado em meio a metal retorcido até que a garotinha, chamada Nour, apareceu.

A menina, ainda meio enterrada, ergue os olhos atordoada quando eles dizem: “Papai está aqui, não tenha medo. … Converse com seu pai, converse. Um socorrista segurou a cabeça dela entre as mãos e gentilmente limpou a poeira ao redor dos olhos antes de ela ser retirada.

Anúncios