Anúncios

A expectativa de um domingo de temporais no Rio Grande do Sul se confirmou em um ambiente dominado por uma massa de ar quente e úmido que favoreceu a formação de nuvens de grande desenvolvimento vertical com registro de chuva localmente forte a intensa e vendavais. Na cidade de Santo Ângelo, as rajadas de vento que antecederam a chuva, que durou cerca de 10 minutos, causaram destelhamentos em 25 residências. Pelo menos 15 árvores também caíram em ruas e avenidas do Centro do município. O vento ficou perto de 100 km/h em pontos isolados durante temporais ontem na Metade Norte do Estado.



Temporal em Alegrete por Juner Vieira


Chegada do temporal em Torres por Daimar K. Coelho


Temporal em Santa Cruz do Sul por Henrique Kothe (esquerda) e Paulo Treib (direita)


Temporal em Lajeado por Maurício Lohman (esquerda) e Luca Lunardi (direita)

Praia da Pedreira, em Itapuã, Extremo Sul de Porto Alegre, por Pedro Souza

Mau tempo também em Santa Catarina. A forte área de instabilidade que passou por Torres avançou para o Sul catarinense. Em Criciúma, o temporal provocou chuva intensa e carros chegaram a ficar submersos nas ruas, conforme o portal Engeplus. A Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos foi atingida por raio, o que causou incêndio que destruiu a secretaria do colégio e a sala de informática. A loja de departamentos Havan, anexo ao Criciúma Shopping, foi inundada durante a tempestade.


Temporal em Criciúma por Nei Manique (esquerda) e Wolney Beck (direita)


Temporal em Balneário Rincão por Jonathan Ferreira


Temporal em Balneário Rincão por Valter Collin


Temporal na praia em Penha por Carlos Valentim


Temporal em Araranguá por Guilherme Tonini

A instabilidade da atmosfera no Uruguai e no Sul do Brasil, por outro lado, acabou por proporcionar belas imagens ontem com o registro de fenômenos ópticos como arco-íris e a formação de nuvens Mammatus em cidades do Sul de Santa Catarina.


Arco-íris em Lages (esquerda) por Leomar Júnior e Tapes (direita) por Luani de Souza


Salto (Uruguai) por Edison Tavano



Mammatus em Sombrio por Willian Colares

Alerta – A MetSul Meteorologia alerta para a manutenção nesta segunda-feira e durante os próximos dias do quadro de forte instabilidade. Hoje, mais uma vez devem ocorrer pancadas de chuva localmente fortes a torrenciais com altos volumes em curtos períodos, capazes de gerar alagamentos. Mantém-se muito alto ainda o risco de temporais isolados com vendavais e queda de granizo. Este começo de manhã já tem áreas de instabilidade ingressando no Oeste do Estado pelo Norte da Argentina e que devem se espalhar pelo território gaúcho ao longo do dia, sobretudo da tarde para a noite, quando a atmosfera estará mais quente e instável. As máximas não sobem tanto quanto ontem, mas atingem entre 32ºC e 34ºC no Centro do Estado. Modelos insistem na possibilidade de elevados volumes de chuva no Rio Grande do Sul nos próximos dias (100 mm a 200 mm em alguns locais com registros localmente superiores). Vários apontam que a área de Uruguaiana pode ter chuva excessiva nesta terça-feira e a região da fronteira com o Uruguai e a Metade Sul durante a terça e ainda na quarta-feira. A MetSul adverte que em alguns pontos os volumes podem ser extremos e com potencial de gerar danos e transtornos como alagamentos. Mesmo assim, há o risco de chuva localmente forte e temporais em outras regiões do Estado até a metade da semana, inclusive na área de Porto Alegre. A mesma instabilidade que pode trazer chuva excessiva para pontos do Sul e do Sudoeste do Rio Grande do Sul afetará o Uruguai, com possibilidade também de chuva em altos volumes, capazes de gerar inundações localizadas, sobretudo nesta terça-feira. Para informações em tempo real das condições de tempo severo acompanhe a nossa conta no Twitter @metsul assim como nossa página no Facebook.

Anúncios