O Sul do país terá o retorno do tempo mais firme com queda acentuada na temperatura. Após os fortes temporais desta quinta, um sistema de alta pressão atmosférica chega depois da passagem da frente fria com expectativa de ar mais seco e frio. A temperatura mais alta do país hoje ocorreu no Sul. Em Morretes no Paraná a máxima foi de 40,1°C e em Itapoá no Nordeste de Santa Catarina fez 39,4°C segundo medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

Amanhã e nos próximos dias a expectativa é de a chuva se afastar com queda acentuada da temperatura em todo o Sul do país. Entretanto isso irá ocorrer gradativamente. Nesta sexta um sistema de alta pressão atmosférica com pressão em seu centro de 1026 hPa sobre o Uruguai e província de Buenos Aires avança do interior do continente para o mar.

Nessa trajetória passa pelo território uruguaio e arte da Argentina com mais força com impacto também sobre a metade sul do estado gaúcho. Na província de Buenos Aires modelos projetam mínimas ao redor e um pouco abaixo de 5°C.

No Uruguai, a expectativa é de marcas ao redor de 6 a 8°C os departamentos do Oeste nos arredores de Soriano, Paysandú, em parte do Centro e Leste na região de Cerro Largo, Treinta y Três, entre outros.

Finalmente o Rio Grande do Sul terá refresco por todas as áreas, com projeção das menores marcas de temperatura ocorrerem entre a Campanha e a serra sudeste. Modelos projetam mínimas ao redor de 8°C em Bagé, 7°C na serra sudeste na região de Pinheiro Machado, com 9°C em Canguçu.

Na parte Norte, sobretudo, nos trechos de serra a umidade irá persistir entre a noite desta quinta e o começa da sexta inibindo uma queda mais significativa da temperatura. Nessas áreas a sexta começa com céu nublado a encoberto e possibilidade de garoa esparsa. A previsão é de a temperatura mínima oscilar ao redor de 10°C. O vento sul associado a umidade irá deixar a sensação térmica baixa na serra gaúcha que terá elevação lenta da temperatura durante a tarde.

Entre Santa Catarina e Paraná o tempo seguirá úmido com variação de nuvens e possibilidade de chuva esparsa, sobretudo, em parte do Leste dos estados. A temperatura máxima fica amena em grande parte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e no Leste do Paraná. Nas faixas Norte e Oeste do Paraná o calor persiste com máximas ao redor de 31 a 33°C.

No fim de semana o ar seco e frio toma conta de toda a região com impacto mais amplo na temperatura do amanhecer de sábado. A temperatura mínima tende a baixar de 15°C no Leste dos três estados do Sul. Com projeção de marcas ao redor de 5°C entre o Planalto sul catarinense e Campos de cima da serra no Rio Grande do Sul. Na serra de Palmas no Sul do Paraná a mínima deverá oscilar ao redor de 10°C.

Por outro lado, a tarde de predomínio de sol terá gradativa elevação térmica com máximas entre 26 e 28°C no oeste da região e mais de 30°C no Noroeste do Paraná. No Leste as máximas deverão oscilar entre 23 e 25°C em muitas cidades.

No domingo o sistema de alta pressão atmosférica estará sobre o mar. Como resultado a temperatura fica amena e ao redor de 15°C em muitos municípios no começo do dia. No Planalto sul catarinense o perfil mais seco da atmosférica associado a altitude irá propiciar amanhecer mais frio com mínimas de um digito. Há possibilidade de formação de nevoeiros.

No turno da tarde, porém a tendencia é de sol e maior elevação da temperatura de forma generalizada com máximas ao redor de 30°C em muitas regiões. Em Porto Alegre o domingo começa com 16 e a máxima poderá alcançar os 30°C, com oscilação térmica típica de outono.