Anúncios

A Coréia do Norte, o país mais fechado ao mundo do planeta, lançou um alerta à população que a poeira amarela vinda da China e do deserto de Gobi na Mongólia poderia carregar o novo coronavírus para o país, mesmo que não haja qualquer evidência científica neste sentido. Boletim na televisão estatal ainda aconselhou os cidadãos a ficarem em casa.

O jornal norte-coreano Rodong Sinmun disse que “a necessidade de lidar com a poeira amarela e tomar medidas completas” se tornou mais crítica “à medida que o vírus se espalha pelo mundo”. O jornal aconselhou a população a evitar atividades ao ar livre e seguir diretrizes como usar máscaras ao sair de casa, o mesmo alerta feito na televisão. 

A televisão central de Pyongyang (KCTV) disse que a poeira pode transportar substâncias como metais pesados e vírus. 

O meio de comunicação informou ainda que as pessoas “devem prestar atenção à higiene pessoal” quando voltam para dentro de casa e que os trabalhadores devem “evitar trabalhos de construção ao ar livre, mesmo em canteiros de obras”. Foram exibidas imagens de pessoas lavando suas janelas. 

Oficialmente, a Coreia do Norte não tem um caso sequer confirmado desde o começo da epidemia, mas especialistas duvidam pelo tráfego clandestino de pessoas na fronteira entre os dois países, especialmente de contrabando de mercadorias. 

Anúncios