Anúncios

Divulgação/Arquivo Pessoal

O inverno é rigoroso neste mês de julho nas províncias da Patagônia. Em Río Negro, as temperaturas abaixo de zero chegaram a congelar o rio Pichi Leufú, na cidade de Pilcaniyeu, a  apenas 70 quilômetros de Bariloche.


Os 70 quilômetros de água congelada tornaram-se uma grande atração para os locais, os únicos que podem aproveitá-la, devido às medidas que restringem a circulação devido ao coronavírus.

Silvana Márquez/Diário Rio Negro

Silvana Márquez/Diário Rio Negro

Dados do Serviço Meteorológico Nacional da Argentina mostram que a temperatura ficou abaixo da média em todo o país nos primeiros dez dias de julho, o que no caso de Patagônia significa frio extremo.


A temperatura chegou a 23°C abaixo de zero em Mencué. A marca ainda permanece longe do recorde da região, que ocorreu em 14 de agosto de 1991, em Maquinchao, quando fez 35,3°C abaixo de zero.

Anúncios