Anúncios

A instabilidade vai acompanhar os gaúchos durante uma importante parte do feriadão do Dia do Trabalho. Quem pegar a estrada durante esta quarta-feira vai precisar muita atenção. Chove durante o dia em quase todo o Rio Grande do Sul e as precipitações podem ser fortes a intensas em alguns momentos, especialmente do Centro para o Norte do Estado. O Noroeste e o Norte, em especial, podem ter acumulados muito significativos com volumes de até 100 mm ou mais em alguns pontos em apenas 24 horas. Com isso, há risco de transtornos em áreas urbanas como alagamentos. Em Porto Alegre também deve chover, especialmente na segunda metade do dia, não se descartando chuva moderada a ocasionalmente forte. A instabilidade da quarta já chega hoje (terça) na Metade Oeste e se nota grande quantidade de nuvens no Norte da Argentina.




O tempo começa a melhorar a partir do Sul e do Oeste na quinta-feira, mas várias regiões gaúchas ainda vão ter chuva no feriado do Dia do Trabalho. A primeira metade do dia 1º de maio tem chuva até forte a localmente torrencial em pontos do Centro, Norte, Nordeste e Leste do Estado, porém a instabilidade perde depois força e pode haver melhoria em muitas destas áreas até o final do dia. A pressão tem atmosférica tem forte declínio devido à atuação de um centro de baixa pressão e o vento sopra moderado com rajadas. Na sexta-feira, o sol deve aparecer no Estado, mas pode ter nevoeiro em muitos locais ao amanhecer. O sábado deve ter sol e nuvens na maioria das regiões, mas projeta-se aumento da nebulosidade e chance de pancadas de chuva em pontos do interior da tarde para a noite, sobretudo no Oeste e no Sul. No domingo, no final do feriadão, muitas nuvens cobrem o Rio Grande do Sul e chove na maioria das áreas do decorrer do dia com elevada umidade.

Anúncios