Anúncios

Região da Campanha enfrenta um período de calor recorde e sem precedentes em intensidade e número de dias com máximas extremas | Anderson Alves/Arquivo

A temperatura máxima da quinta-feira (13) foi de 41,7ºC na estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia em Bagé. O dado somente foi confirmado hoje após o controle de qualidade por parte do Inmet. A máxima da quinta-feira é recorde absoluto desde que tiveram início as medições em 1912, superando os registros de 1912-2021 de 41,1ºC de 28/12/2019, 41,0ºC de 1º/1/1943 e 40,1ºC em 1º/2/1979 e 14/03/2020.

Como fez 40,1ºC na quarta-feira (12) na cidade e 40,8ºC hoje (14), o novo ranking oficial de máximas de Bagé é 41,7ºC (2022), 41,1ºC (2019), 41,0ºC (1943), 40,8ºC (2022) e 40,1ºC (1979, 2020 e 2022). Ou seja, das cinco maiores máximas em um século na cidade da região da Campanha nada menos que três ocorreram apenas nesta semana, um indicativo de quão extraordinária e incomum é esta onda de calor que atinge o Centro da América do Sul com recordes absolutos também no Uruguai e na Argentina.


Já no Aeroporto Comandante Kraemer de Bagé, a temperatura chegou a 42ºC na tarde desta sexta, de acordo com boletim meteorológico da Aeronáutica. O valor foi idêntico ao informado no dia anterior, mas os dados da Aeronáutica, apesar de confiáveis, não contam na estatística histórica do Rio Grande do Sul que leva em conta apenas estações do Instituto Nacional de Meteorologia.

O dado recorde foi confirmado à MetSul pelo Oitavo Distrito de Meteorologia em Porto Alegre e informado também na página oficial do órgão em comunicado. A MetSul, antes de divulgar a informação, buscou confirmação junto ao órgão federal. Isso porque a estação convencional da cidade de Bagé não raro apresenta valores muito distintos daqueles colhidos na estação automática, apesar de estarem instaladas em locais diferentes e microclimas normalmente gerarem diferenças de temperatura.  A marca da quinta de 41,7ºC está perto dos 42ºC reportados pelo aeroporto local na mesma tarde. O recorde, contudo, enfatiza-se, é provisório e vai estar sujeito à validação posterior pelo Inmet, o que é um procedimento comum em todo o mundo em caso de recordes absolutos.


O Inmet registrou nesta sexta, além dos 40,8ºC em Bagé, 40,0ºC em Quaraí, 39,8ºC em Jaguarão, 39,7ºC em Campo Bom, 39,2ºC em Rio Pardo, 39,0ºC em Uruguaiana, 38,9ºC em Santa Maria, 38,4ºC em São Vicente do Sul, 38,3ºC em Alegrete, e 38,0ºC em Dom Pedrito, dentre as mais altas máximas.

Em Jaguarão, a máxima de hoje de 39,8ºC é uma das maiores das séries históricas da cidade, sendo superada pelos registros de 42,6ºC de 1º/1/1943 (recorde do Rio Grande do Sul, 40,4ºC de 26/12/2013 e os 40,0ºC de 11/1/1957 e 29/1/1957. A marca de hoje de 39,8ºC igualou a máxima de 9/1/1927.

Anúncios