Anúncios

Granizo no Uruguai | Inumet/Divulgação

Tempestades fortes a severas com queda de granizo médio a grande atingiu nas últimas horas pontos do Centro da Argentina e do Uruguai, assim como tinha sido alertado pela MetSul. Da tarde para a noite do domingo (12) e na madrugada desta segunda-feira (13) intensas áreas de instabilidade associadas a um centro de baixa pressão se formaram entre o Nordeste argentino, o Uruguai e o Rio Grande do Sul com nuvens de grande desenvolvimento vertical.

Ar muito quente avança neste momento pelo interior do continente e favorece a intensificação da instabilidade na região. A temperatura no meio da manhã desta segunda-feira já chegava a 35ºC no Aeroporto de Assunção, no Paraguai, o que é uma marca altíssima para o horário, indicando a força do ar quente que está “alimentando” as tempestades mais ao Sul.


A atmosfera muito aquecida fornece a energia para a formação de nuvens de grande desenvolvimento vertical, cujos topos entre 15 e 20 quilômetros de altitude atingem temperatura de -70ºC a -80ºC, o que proporciona granizo de maior dimensão.

Granizo que caiu no Norte da província argentina de Santa Fé | Redes sociais

Granizo na província argentina de Entre Rios superior a 5 centímetros | Redes sociais

Intensas áreas de instabilidade se formaram entre a tarde e a noite domingo entre o Uruguai e o Sul gaúcho, trazendo as primeiras ocorrências de granizo no território uruguaio. Na madrugada de hoje, novas e fortes áreas de instabilidade se originaram no Nordeste da Argentina e no Oeste do Rio Grande do Sul com novas tempestades fortes na região.

A primavera é um período de muitas tempestades nas latitudes médias da América do Sul com a interação de ar quente com centros de baixa pressão e ainda o encontro frequente de massas de ar quente e frio, condições que favorecem a ocorrência de temporais frequentes de vento forte e granizo na região. As tempestades deste começo de semana, assim, estão dentro do que poderia se esperar nesta época do ano.


A MetSul mantém o alerta que uma nova rodada de tempestades muito fortes é possível da tarde para a noite de hoje entre o Nordeste da Argentina, o Uruguai e Rio Grande do Sul. Isso porque a nebulosidade diminuiu com a presença do sol e ingresso de ar muito quente em províncias argentinas como Santa Fé, Entre Rios, Corrientes e Misiones, além de parte do Oeste e do Noroeste gaúcho.

Com a temperatura muito alta e a atmosfera extremamente instável devem explodir novas áreas de instabilidade muito intensas capazes de trazer granizo em muitas cidades, além de episódios isolados de vento intenso a localmente destrutivo com altos volumes de chuva em curto período e muitos raios.

Anúncios