Anúncios

Imagem de satélite em alta resolução da manhã de hoje mostra com nitidez um “rio” de fumaça descendo pelo interior do continente da região amazônica até a foz do Prata e o Rio Grande do Sul. 


Veja na imagem original da NOAA acima como a pluma de fumaça se estende por milhares de quilômetros. As queimadas ocorrem todos os anos, sobretudo entre agosto e setembro que marcam o auge da temporada seca no Brasil Central. O número de focos de fogo neste ano é o maior desde 2014, mas o recorde pertence ao período 2003-2005 que foi de estiagens severas no Brasil. 


 

Anúncios