Anúncios

Porto Alegre teve ontem o primeiro episódio de nevoeiro denso deste outono. Às 3h28m, o Aeroporto Salgado Filho reportou pela primeira vez condições de nevoeiro com visibilidade de 900 metros. O fenômeno foi relatado até o boletim meteorológico (metar) das 9h da manhã. O pico de restrição de visibilidade no aeroporto da Capital se deu no final da madrugada e no começo da manhã com somente 200 metros.

Alina Souza

Também a Grande Porto Alegre teve cerração que afetou as cidades vizinhas a Porto Alegre e ainda o Vale do Sinos. Na base aérea de Canoas, a visibilidade caiu a apenas 100 metros. No interior gaúcho, o nevoeiro se fez presente principalmente em municípios do Centro, do Sul e do Leste do Estado. A base aérea de Santa Maria registrava 300 metros somente de visibilidade às 9h. Em Pelotas, o aeroporto local informou 100 metros de visibilidade horizontal às oito da manhã.



Como a MetSul já destacou aqui, o outono marca o período do ano com maior incidência de nevoeiro no Rio Grande do Sul. A estatística mostra um salto no número de dias do fenômeno em abril e o auge da frequência de cerração nos meses de maio e junho. Ontem, o tempo muito aberto da madrugada, vento calmo e resfriamento sob grande estabilidade atmosférica favoreceram a formação do nevoeiro.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios