Anúncios

O Pantanal recém experimentou o pior novembro de fogo de sua história. De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o bioma registrou no mês 4.134 focos de calor. O número é quase dez vezes maior que a média histórica 1998-2020 de 442 focos de calor. Mato Grosso e Mato Grosso do Sul chegaram a decretar emergência pelos incêndios. Novembro não costuma ser um período de muito fogo na região, mas neste ano, com queimadas intencionais e uma brutal onda de calor e tempo seco com marca de até 43ºC ou mais, o fogo dominou o bioma. Antes, o pior novembro de fogo tinha sido em 2002 com 2.328 focos de calor. No ano passado, o Pantanal teve em novembro 201 focos, menos da metade da média histórica. O pior mês de queimadas do bioma se deu em 2020 com 8.106 focos de calor. As extraordinárias imagens do fotojornalista Joédson Alves da Agência Brasil mostram o excepcional novembro de fogo no Pantanal e o enfrentamento das chamas por terra e ar.

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

JOÉDSON ALVES/AGÊNCIA BRASIL/EBC

 


Anúncios