Anúncios

Estados Unidos ainda buscam vítimas nas ruínas das cidades do Kentucky destruídas por uma devastadora onda de tornados na última sexta-feira e devem enfrentar agora uma nova onda de tempestades que pode voltar a provocar tornados | BRANDON BELL/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Os Estados Unidos podem voltar a enfrentar tornados nesta quarta-feira, cinco dias depois da terrível e rara onda de tornados que atingiu oito estados do Centro e do Sul do país com mais de 80 mortos e devastação que destruiu cidades inteiras no Oeste do estado do Kentucky. O Serviço Nacional de Meteorologia já colocou em alerta áreas do Meio-Oeste e do Norte do país ante o risco de que produzam tempestades severas com possibilidade de tornados.

O informe do Centro de Previsão de Tempestades (SPC) da NOAA destaca que uma faixa de fortes tempestades deve se formar no meio do estado do Missouri durante a tarde desta quarta-feira, avançando rapidamente para o vale do alto Mississippi à noite. “Rajadas de vento destrutivo e alguns tornados serão possíveis”, diz o prognóstico


Um “vigoroso” cavado (área de menor pressão atmosférica) em níveis médios da atmosfera, inicialmente entre os estados do Arizona, Utah, Colorado e Novo México, deve se deslocar rapidamente no sentido Nordeste para o Centro dos Estados Unidos no decorrer do dia. O sistema meteorológico, então, vai avançar para o Missouri e acelerar em direção a setores ao Norte dos Grandes Lagos e Ontário, no Canadá, até o fim do dia.

Ao mesmo tempo, um segundo cavado trará circulação ciclônica em todo o Centro e o Oeste do país enquanto em superfície uma área de baixa pressão vai mover-se rapidamente do Colorado para as Planícies Centrais durante a tarde, aprofundando-se depois e se juntando ao cavado em altitude na área de Ontário. A frente fria associada ao centro de baixa pressão vai percorrer o Centro do país, de Michigan no Norte ao Texas no Sul, movendo-se para Leste.


Correntes de vento trarão ar muito quente e úmido para o Centro dos Estados Unidos na dianteira da frente, gerando as condições propícias à frente do sistema de tempestade para a formação de convecção forte a severa na forma de uma linha de temporais.

Apesar dos índices de instabilidade não serem altos, destaca o SPC, vento muito forte em diferentes níveis da atmosfera com uma corrente de jato em baixos níveis vai favorecer tempestades de deslocamento muito rápido com vendavais intensos ao longo da linha de temporais. “Com a dinâmica de rápido deslocamento do sistema de tempestade e o forte cisalhamento de vento em baixos níveis da atmosfera, alguns poucos tornados são possíveis”, diz o SPC em sua análise.

Entre as áreas que estão sob alerta de tempo severo e risco de tornados nesta quarta está o estado do Minnesota, ao Norte do país, onde nesta época do ano costuma fazer muito frio e temporais são pouco comuns. A ponto de que a última vez que foi indicado o risco de tornado em dezembro, como se faz para esta quarta, foi no ano de 2002. Nunca foi registrado um tornado no último mês do ano em Minnesota.

Anúncios