Prefeitura de Feliz

São muitos rios sob cheia no Rio Grande do Sul e em alguns locais o pico da inundação já ocorreu e em outros ainda está por chegar. 

O Rio Taquari registrou na madrugada de ontem o terceiro maior nível de sua histórica no porto de Estrela com 27,55 m, só atrás dos 29,92 m da enchente de maio de 1941 e dos 28,86 m de abril de 1956. A pior fase da cheia já passou por Lajeado e Estrela, assim como nos demais municípios do vale, mas o pico da vazão ruma para Bom Retiro do Sul e chegará ao Guaíba neste final de semana. 

O Rio Jacuí alagava ontem áreas de Restinga Seca e Agudo no Centro gaúcho e vai causar enchente agora em Cachoeira do Sul e no Vale do Rio Pardo, com o pico da sua vazão atingindo a região Carbonífera, Eldorado do Sul e o Guaíba semana que vem, onde vai se somar com a vazão do Taquari para agravar a cheia. 

O Caí chegou a quase 15 metros em São Sebastião do Caí e após baixou. Ontem, o pico da cheia do Caí estava em Montenegro e agora ruma para Nova Santa Rita. 

Já o Sinos chegava ontem a 6,90 metros em Campo Bom, mas vai subir muito ainda. O pico da cheia ocorrerá em Campo Bom neste fim de semana e depois rumará, pela ordem, para Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Esteio e Canoas, antes de desembocar no Guaíba ao redor da metade da semana que vem. A MetSul alerta que cheia do Sinos na Grande Porto Alegre será grande.

Já o Gravataí terá cheia, mas menor, com a chegada da águia vinda do Litoral para Gravataí e Cachoeirinha nos próximos dias. 

O Guaíba já estava ontem no fim da tarde em 2,15 m e hoje estará acima da cota de cheia de 2,20 m, o que levará a um progressivo alagamento das ilhas. A MetSul está advertindo que a cheia do Guaíba será grande e potencialmente histórica. 

Por fim, a Fronteira Oeste precisa estar em alerta no Rio Uruguai com a chegada do grande volume de água que vai avançar com inundações a partir do Noroeste gaúcho, do Médio e Alto Uruguai e do Rio Pelotas, no Nordeste gaúcho.