Anúncios

A primeira quinzena de julho terminará com temperatura muito acima da média no Rio Grande do Sul neste inverno até agora “camarada”. Tanto que a menor temperatura de 2013 até o momento na Grande Porto Alegre e no Estado é de maio, um mês antes do começo astronômico do inverno. Começa, contudo, uma ruptura. Muitos hoje reclamando da falta de frio, em poucos dias vão vociferar contra o excesso de frio. “Queríamos frio, mas nem tanto” ! O que não tivemos de inverno até agora virá de uma vez só. O Estado e o Sul do Brasil serão atingidos por sequência de pulsos de ar frio. Serão três em dez dias. O primeiro, de hoje, é o mais fraco de todos. Mesmo assim já foi responsável por marcas na madrugada de 1,1ºC em Morro Redondo, 2,0ºC em Bagé, 2,4ºC em Livramento, 3,8ºC em Jaguarão, 4,1ºC em Quaraí e 4,2ºC no Chuí. No Uruguai, fez -1,2ºC em Mercedes, -1,0ºC em Florida, 0,7ºC em Durazno, 0,8ºC em Melo, 1,4ºC em Paso de los Toros, 1,6ºC em Rocha e 1,8ºC em Salto. Na área da capital Montevidéu, as mínimas hoje foram de 1,4ºC em Melilla, 1,5ºC em Carrasco e 2,4ºC no Prado.



Projeção do modelo Europeu da temperatura no nível de 850 hPa (1500 metros de altitude) para a noite de hoje


Padrão de onda longa com ondulação do jato e forte advecção de ar polar nesta segunda junto ao Leste da América do Sul

A madrugada desta terça será gelada no Rio Grande do Sul com mínimas abaixo de zero em pontos da Serra, especialmente em baixadas, e próximas ou abaixo de 5ºC em grande parte do Rio Grande do Sul. Espera-se geada na maioria das regiões, inclusive na área metropolitana. Porto Alegre pode ter entre 4ºC e 6ºC nos bairros mais frios. No Uruguai, ao redor de 0ºC em algumas cidades. De tarde aquece com o enfraquecimento deste primeiro pulso de ar polar de trajetória mais marítima e que aqui no Rio Grande do Sul tangencia o Estado. Na quarta, apesar da madrugada fria, o dia será o mais quente da semana. Uma verdadeira trégua antes da segunda “onda”.  O segundo pulso de ar frio chega na quinta-feira e será muito mais forte que este primeiro. A quinta tem muitas nuvens e chuva em muitos pontos do Estado. Há risco de chuva forte. A temperatura cairá ao longo do dia à medida que ingressa o ar gelado e a tarde vai ser mais fria que a madrugada com marcas muito baixas. Na sexta, o tempo abre com mínimas negativas ou perto de 0ºC em quase todo o Estado, e geada generalizada. Em alguns locais, o vento frustrará a geada. Porto Alegre pode ter 2ºC a 4ºC nos bairros mais frios. A tarde, mesmo com sol, será fria no Estado com máximas de 10ºC a 13ºC na maioria das cidades e até de apenas um dígito em pontos de maior altitude.


Projeção do modelo Europeu de temperatura no nível de 850 hPa (1500 metros) para noite de quinta-feira

No fim de semana, o frio não daria trégua. Ao contrário, pioraria ! O agravamento se dará principalmente na sensação térmica. No sábado, a chuva volta, principalmente para a Metade Norte, e com maior intensidade sobre Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e parte de São Paulo. No Sul gaúcho, segue mais seco. O terceiro pulso de ar frio, este o mais intenso, começa a lentamente ingressar no Estado trazendo outro dia frio com máximas baixas. No domingo, o sol aparece com nuvens e chega a parte mais intensa do ar polar durante o dia com vento forte de Oeste do tipo Minuano. Sensação térmica negativa é esperada na maioria das regiões e as máximas devem ser muito baixas. Na segunda, segue ingressando ar ainda mais gelado com temperatura muito baixa. Tanto no domingo como na segunda a temperatura tende a cair abaixo de zero, especialmente em pontos altos do Estado. A madrugada de terça, com vento mais fraco, ar mais seco, e menor cobertura de nebulosidade, pode ser congelante com registro generalizado de mínimas bastante baixas, muitas negativas.


Projeção do modelo Europeu de temperatura no nível de 850 hPa (1500 metros) na noite de domingo

Neve ? Quanto à Argentina, não se tem dúvida. Os próximos dias reservam uma enorme quantidade de neve para o país vizinho e, mais, de forma abrangente. A tendência é que neve em muitas províncias do Centro, Oeste e Sul do país. Talvez, de forma localizada, até em províncias do Nordeste argentino. Abundante queda de neve (wet snow) nas estações de esqui. Até na área da capital argentina e da Grande Buenos Aires não se pode afastar precipitação do tipo invernal, ao menos na forma de graupel (granular) na quinta e no fim de semana. O frio na Argentina será extremo, o que gerará graves problemas energéticos pela alta demanda de gás para calefação. No Uruguai, o frio também será extremo e pela circulação de umidade com ar gelado pode se produzir graupel ou até mesmo neve isolada ou “agua nieve” quinta, domingo e na segunda-feira.


Projeção do modelo Europeu indica precipitação para segunda em áreas com temperatura propícia para fenômenos invernais


Projeção do modelo americano indica precipitação de inverno (neve/graupel/chuva congelada) em muitos locais na segunda-feira


Aqui no Sul do Brasil temos uma pequena janela com estimativa de probabilidade menor para o fenômeno nas partes altas do Nordeste gaúcho e Santa Catarina no final da quinta e começo da sexta. A nova janela surgiria domingo e na segunda, quando até no Sul gaúcho e em áreas de menor altitude do Rio Grande do Sul poderia se dar precipitação invernal. Enfatizamos, nos máximos termos, contudo, que previsão de neve confiável só é possível no curto prazo. Durante toda semana as nossas atenções estarão voltadas a à onda de frio com muitos boletins, até diversos no mesmo dia aqui no site e nas redes sociais.

Resumen – Uruguay: MetSul advierte para un período muy frío a extremadamente frío en todo el Conor Sur de Sudamérica y el Uruguay. Durante el curso de los próximos diez dias el território uruguayo sufrirá los efectos de tres incursiones de aire muy frío. La primera, hoy, bajó la temperatura este Lunes a 1,2ºC bajo cero en Mercedes y 1,4ºC en Mellila (Montevideo). Sigue soleado mañana con una tarde más agradable, pero con tiempo muy frío en la madrugada, cuando pronosticase heladas en el interior del país. Una vez más mínimas bajo cero en algunos departamentos. Durante el dia Miércoles nubosidade parcial y menos frío con una tarde agradable. Todavia inestable con aumento de nubosidad y hasta lluvia (chaparrones) el Jueves. Aun más frio con máximas bajas (10ºC o menos en Montevideo y el interior) y muy baja sensación térmica (negativa) por efecto del viento con fuertes rachas (70/90 km/h en la costa). La temperatura desploma con la llegada del segundo y más fuerte pulso de aire polar. El Viernes se presentará soleado y muy frío. Minimas bajo cero en la mayoria de los departamentos con heladas importantes. Sigue muy frío durante el Sábado con marcas bajo certo y viento una vez más incrementandose con rachas fuertes en horas de la noche. Parcial nubosidad o nublado con precipitaciones aisladas. El tercero y mas intenso pulso de aire polar llega durante el Domingo. Dia extremadamente frio con sensaciones extremadamente bajas. La temperatura és muy baja hasta en horas de la tarde con máximas de 5ºC a 8ºC en partes del país. Viento arrachado y fuerte oleaje en el Rio de la Plata y en la costa. No se puede descartar precipitación invernal como graupel (nieve granulada) o agua nieve, o mismo la caída de nieve aislada en las Sierras, durante los dias Jueves, Domingo y el Lunes, según los modelos manejados hoy. El Sistema Nacional de Emergencia puede desde ya adoptar medidas ante el frio extremo como atención a la población callejera (riesgo de hipotermia) y orientación a la población sobre riesgos de accidentes por calefación (incendios y intoxicaciones). (Colaboraram neste boletim Eugenio Hackbart, Luiz Fernando Nachtigall e Alexandre Aguiar)

Anúncios