Anúncios

Dois ciclones tropicais marcaram o noticiário do fim de semana no mundo. Na Ásia, o tufão O tufão Mangkuth tocou terra no domingo na província chinesa de Guangdong com vento de até 250 km/h. Hong Kong foi duramente castigada pela tempestade que foi uma das piores na história da região e que trouxe desabamentos e ondas de até três metros na baía. Macau foi também muito afetada com estragos. Antes, na sua passagem pelas Filipinas, Mangkuth deixou um saldo de mais de 60 mortos em deslizamentos de terra, inundações e colapso de estruturas.


No outro lado do mundo, na América do Norte, o que restou do furacão Florence ainda trouxe muita chuva para os estados das Carolinas do Sul e do Norte, nos Estados Unidos. A chuva bateu recorde com até 800 mm em alguns pontos, o que gerou graves inundações e o resgate de mil pessoas. Até o começo da noite, o saldo de vítimas era de dezesseis mortos nos dois estados. Apesar de Florence ter sido rebaixada a uma mera depressão tropical e a chuva perder força, os rios continuam subindo e as inundações tendem a se agravar.


A metade do mês de setembro é o pico da temporada de furacões do Atlântico Norte que vai de junho até novembro. Os piores furacões costumam ocorrer na região entre agosto e outubro.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios