Mudanças no Twitter determinadas pelo seu novo dono Elon Musk irritam usuários e ameaçam fluxos essenciais de informação como em situações de emergência por desastres naturais | CHRIS DELMAS/AFP/METSUL METEOROLOGIA

Mudanças planejadas por uma das maiores empresas de mídia social do mundo, o Twitter, podem afetar a forma como os usuários recebem alertas de emergência e forçar milhões a outras plataformas para atualizações em tempo real sobre eventos meteorológicos extremos.

Organizações como o Serviço Nacional de Meteorologia, o Serviço Geológico dos Estados Unidos e uma série de agências de gerenciamento de emergência usam programas que postam conteúdo automaticamente em contas, mas o Twitter disse que a partir de hoje o acesso gratuito a esses programas não será mais suportado.

As mudanças propostas na interface de programação do aplicativo geraram protestos, o que fez com que muitos membros das comunidades de pesquisa e clima assinassem petições e escrevam ao proprietário Elon Musk, alegando que alterações nas operações poderiam ser mais prejudiciais do que benéficas.


As contas do governo que alertam sobre desastres iminentes, como o do Centro Nacional de Furacões e vinculadas aos escritórios regionais do Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos, são seguidas por milhões de usuários e são empregadas quase diariamente para alertar sobre eventos extremos, como tornados, furacões e até terremotos.

Segundo a Fox Weather, um porta-voz da NOAA, a agência de tempo e clima do governo dos Estados Unidos, disse que a agência estava ciente das possíveis mudanças, mas não entrou em detalhes sobre quais alertas ou previsões meteorológicas poderiam ser afetados.

“Trabalharemos com o Twitter no impacto que essa mudança pode ter em nossos feeds do Twitter. As comunicações via mídia social são um serviço complementar fornecido pelo NWS para ampliar o alcance das informações. Os feeds e tweets do Twitter nem sempre refletem as informações mais atuais para previsões, e o público deve sempre ter vários meios para receber informações e alertas meteorológicos”, disse um comunicado da NOAA.


Desde então, Musk disse: “Respondendo ao feedback, o Twitter permitirá uma API leve e somente para bots que fornecem bom conteúdo gratuito”. A empresa não divulgou nenhuma orientação pública após seu anúncio inicial, deixando muitos na empresa imaginando se é apenas uma questão de “quando”, não se as mudanças podem afetar os tweets computadorizados.

Na quarta-feira, a conta oficial para a publicação do NWS dos gráficos experimentais de impacto de alertas de tornados ainda estava ativa e funcionando. Um sistema de tempestade passando pelo Leste do país forçou a emissão de avisos e alertas de tornados no baixo vale do Mississippi.