Anúncios

Um vórtice ciclônico (área de baixa pressão atmosférica) nos médios e altos níveis da atmosfera mexeu com o tempo no Rio Grande do Sul. Quando o vórtice estava na tarde de quarta-feira sobre o Uruguai, a sua espiral de nuvens ao interagir com a massa de ar quente que ainda atuava sobre o Estado trouxe chuva e temporais no território gaúcho. Foi o que determinou os dois temporais de chuva forte na quarta-feira em Porto Alegre, no meio da tarde e outro ao entardecer. Hoje de madrugada, o vórtice estava sobre a Lagoa dos Patos e, como ocorre com centros de baixa pressão, impulsionou ar mais seco a Oeste e ao Norte do giro do sistema. Por isso, o ingresso de ar seco e frio no Oeste, Noroeste e no Norte do Rio Grande do Sul trouxe mínimas baixas para essa época do ano no amanhecer da quinta-feira com registros de 8,9ºC em Soledade e de 10,5ºC em Santa Rosa. Houve nevoeiro em vários pontos do Estado.

Sandro Muller

Durante o dia de hoje, o eixo do vórtice já estava sobre o oceano, exatamente na costa gaúcha. Por isso, grande parte do Estado teve um dia de sol e tempo firme com temperatura em níveis muito agradáveis. No Leste gaúcho, a circulação de nuvens da espiral do vórtice ciclônico ainda provocou pancadas localizadas de chuva. Em Morro Redondo, região de Pelotas, chuva isolada e intensa na tarde de ontem causou alagamentos. A Grande Porto Alegre igualmente registrou chuva localizada e passageira devido à influência do sistema.


Anúncios