Anúncios

Carlos Kist

As tempestades começaram a castigar o Rio Grande do Sul no domingo e apenas ontem cessaram ao longo do dia. Foram cinco dias consecutivos com temporais no Estado. Os episódios mais graves foram de vento, apesar de danos por granizo em algumas cidades.

O primeiro de maior gravidade se deu no amanhecer da terça, quando potente linha de instabilidade com frentes de rajada trouxe vento acima de 100 km/h para grande parte da fronteira com o Uruguai e a região da Campanha com rajadas de 145 km/h em Dom Pedrito e 105 km/h em Bagé, municípios que tiveram os maiores estragos.


No começo da madrugada de ontem foi a vez do segundo evento grave de vento, novamente com uma linha de instabilidade trazendo frente de rajada nos Campos de Cima da Serra que provocou muitos danos em Lagoa Vermelha. A estação local do Instituto Nacional de Meteorologia registrou rajadas de 130 km/h. Muitas árvores caíram. Casos e prédios foram destelhados (foto).

Divulgação/Prefeitura Municipal

A boa notícia é que a sequência de dias tempestuosos hoje irá ter uma interrupção com tempo firme em grande parte do Estado. A má notícia é que as condições de risco de tempo severo vão retornar ao Rio Grande do Sul amanhã, quando uma frente avançará pelo Estado com chuva e risco mais uma vez de vendavais isolados e queda localizada de granizo. A instabilidade prosseguirá no domingo.


Anúncios