O centro de baixa pressão na costa do Sul do Brasil foi elevado da categoria de depressão tropical a tempestade tropical, o estágio anterior a um furacão. Com isso, a tempestade foi nomeada e batizada com o primeiro nome da nova lista de nomes para ciclones que são atípicos: Akará, espécie de peixe em Tupi. Akará é o primeiro ciclone a ser nomeado no Brasil desde a tempestade subtropical Yakecan, em maio de 2022, e é apenas a quarta tempestade tropical na costa do Brasil neste século. A tempestade tropical estava às 15h com seu centro distante da costa, nas coordenadas 31,1ºS e 42,2ºW. Seus ventos sustentados estavam ao redor de 70 km/h. A tendência é a tempestade seguir com rumo para o Sul, longe do continente, até se dissipar mais tarde nesta semana, não oferecendo perigo em terra firme. Embora sem causar consequências no continente, Akará proporcionou imagens de satélite incríveis nesta segunda-feira.

NOAA/NASA

NOAA/NASA

NOAA/NASA

NOAA/NASA

NOAA/NASA/METSUL

NOAA/NASA


Anúncios