Anúncios

Se os efeitos do intenso ciclone no vento serão sentidos com mais força apenas em alto mar e no Sul gaúcho, os reflexos do sistema na temperatura serão percebidos em área muito ampla que vai alcançar uma extensa parte do Brasil.

O ciclone extratropical em rápida intensificação hoje (4) a Sudeste-Leste do Chuí continuará a se intensificar nas próximas horas e vai se deslocar durante a sexta-feira (5) mais para Leste. Este tipo de sistema, que funciona como um grande “aspirador” na atmosfera, vai impulsionar uma massa de ar mais frio para Norte, alcançando o Centro-Oeste e o Sudeste do Brasil.


Que ninguém espere frio em cidades do Centro-Oeste e do Sudeste, exceto em municipios serranos de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais que terão queda forte da temperatura, uma vez que o ar mais frio apenas aliviará o calorão intenso com enorme abafamento dos últimos dias no Centro-Sul do Brasil. O reflexo será queda da temperatura e não frio na esmagadora maioria das localidades. Isso será muito sentido, por exemplo, nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro que vem sofrendo com muito calor e, no caso do Rio, em alguns dias com mais de 40ºC.

No Rio Grande do Sul, a temperatura já caiu com a passagem da frente fria associada ao ciclone e o dia é de temperatura agradável após um longo período de jornadas muito quentes e excessivamente abafadas. O vento que se sente é o ingresso de ar mais ameno impulsionado pelo ciclone.

Ao menos até o final da próxima semana, a temperatura estará predominantemente abaixo da média no Centro-Sul do Brasil. Exceção de áreas mais a Oeste, as tardes vão ser agradáveis com máximas na grande maioria dos dias abaixo ou apenas ao redor dos 30ºC em muitas cidades, inclusive Porto Alegre.

As noites prometem ser muito agradáveis para dormir nos próximos dias com marcas amenas para fevereiro. Muitas cidades, principalmente da Metade Sul gaúcha e de áreas de relevo da Metade Norte, terão mínimas abaixo dos 15ºC. Na Campanha e na Serra do Sudeste é possível que as mínimas fiquem perto dos 10ºC no sábado. Na Grande Porto Alegre, mínimas de 15ºC a 17ºC devem ser esperadas nos próximos dias com chance até de marcas inferiores a 15ºC em alguns pontos de áreas rurais e sem maior urbanização.

Nos Campos de Cima da Serra, região mais fria do Rio Grande do Sul, as madrugadas vão ser de temperatura baixa para fevereiro até a metade da próxima semana. Vários dias devem ter mínimas perto ou mesmo abaixo dos 10ºC em algumas cidades como São José dos Ausentes. Mesmo cenário é esperado para as cidades de maior altitude de Santa Catarina no Planalto Sul.


A presença de uma massa de ar frio oceânica vai trazer tempo mais ventoso nos próximos dias para quem está nas praias pelo maior contraste térmico entre o oceano e o continente, lembrando que a terra aquece muito mais rápido que a água durante o dia. Por isso, há um contraste térmico maior da tarde para a noite entre continente e oceano que gerará vento de Leste a Nordeste, mantendo a temperatura muito agradável na faixa litorânea.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios