Anúncios

Ciclone bomba Alex que castiga a Europa visto pelo satélite Sentinel-2P do Sistema Copernicus

Ao menos doze pessoas estão desaparecidas na França e na Itália em razão da intensa chuva e do vento resultantes da tempestade Alex, uma área de baixa pressão que experimentou uma ciclogênese explosiva na Europa. 

O governo da Itália informou que uma pessoa, um bombeiro, morreu e outras 11 estão desaparecidas no Piemonte, no Noroeste do país, na região de Turim. Nos Alpes, as autoridades disseram que nove pessoas também estão desaparecidas.

A França tem sido castigada por fortes chuvas desde que a tempestade Alex atingiu o continente na tarde de quinta-feira. A Bretanha, no Noroeste, e a Cote d’Azur, no Sudeste, foram particularmente duramente castigadas. O vento com o ciclone bomba superou 150 km/h em algumas estações na França. Portugal e Espanha também foram atingidos pelo mau tempo. 

A Météo France destacou em um boletim publicado na manhã de hoje que, embora as chuvas tenham diminuído nos Alpes, o aumento do nível de água em uma série de cursos d’água não monitorados ainda justifica alertas. Ao redor de 500 mm de chuva caíram em alguns pontos nas últimas 24 horas, enfatizou a agência meteorológica.

As chuvas torrenciais causaram danos consideráveis ​​e cortes de energia. Várias casas foram destruídas e o dramático desabamento de uma ponte em Saint-Martin-Vésubie também foi filmado por moradores.

O serviço de bombeiros disse que a aldeia está entre várias ainda “isoladas do mundo”. Cerca de 850 bombeiros -foram mobilizados para prestar assistência às vítimas da tempestade Alex na França. 

Anúncios