O tempo começou a se instabilizar no Noroeste e no Norte do Rio Grande do Sul ontem com chuva localizada, mas a instabilidade começa a ganhar força e será mais intensa no restante da semana.

A chuva afeta hoje mais localidades da Metade Norte gaúcha. Já na quarta e na quinta-feira, a chuva alcança a maioria das regiões, mas, novamente, vai ser mais volumosa na Metade Norte.


O mapa acima  mostra a projeção de precipitação do modelo alemão Icon para os próximos sete dias. Veja que a região que vai ter mais chuva será o Norte do Estado, especialmente localidades do Noroeste, Alto e Médio Uruguai, parte do Planalto Médio e dos Aparados com marcas acima de 100 mm diversos municípios destas regiões. Esta parte do Rio Grande do Sul terá a chuva mais volumosa entre hoje e quinta-feira. 

O mapa acima mostra a projeção de chuva do modelo WRF da MetSul entre hoje e quinta-feira com indicativo de muita chuva entre o Norte gaúcho e parte do Paraná.


O avanço de ar quente de Norte deslocará a instabilidade para o Sul gaúcho e a Campanha com chuva forte, raios e risco de granizo localizado na sexta-feira como uma frente quente. Já a Metade Norte terá a abertura do tempo com sol e, atenção, calor. Há dados projetando máximas ao redor ou acima de 30ºC para a sexta-feira no Noroeste, nos vales e na área metropolitana de Porto Alegre.

No sábado, a frente fará o caminho inverno, de Sul para Norte, agora como frente fria, trazendo chuva e queda acentuada da temperatura para o Centro e o Norte do Estado.