Anúncios

Episódio de chuva localmente volumosa e excessiva deve atingir o Leste do Sul do Brasil durante o começo desta semana. Os acumulados de precipitação em algumas cidades podem ser muito altos com possibilidade de transtornos para a população. A maior parte do Sul do país, contudo, ou não deve ter chuva ou terá pouca água no período.

Os dados analisados pela MetSul indicam que as áreas de maior risco de chuva localmente forte a intensa são o Leste de Santa Catarina e do Paraná, além de parte de São Paulo. No Rio Grande do Sul, a chuva deve ser pouca ou nula na maior parte dos municípios da Metade Leste e apenas um ponto ou outro isolado pode ter chuva mais forte. A área de Torres é a exceção e poderá ter chuva em volume maior que outras localidades.


O mapa abaixo mostra a projeção de chuva para 72 horas até 9h de terça do modelo WRF da MetSul. O modelo está disponível ao assinante na seção de mapas do site. Como se observa, a tendência é de chover mais no Leste catarinense e paranaense com volumes isolados muito altos.


Áreas de instabilidade isoladas mais fortes com chuva localmente torrencial e risco de temporais localizados de vento e granizo se formam durante a tarde deste domingo no Norte e no Nordeste do Rio Grande do Sul. Ao mesmo tempo, núcleos isolados igualmente fortes de instabilidade se originarão da tarde para a noite no Leste de Santa Catarina. Na tarde da segunda, mais áreas de instabilidade se formam sobre o Leste catarinense e paranaense.

Estas áreas de instabilidade poderão provocar a chuva intensa localizada que se prevê com risco de alagamentos e inundações repentinas. Em alguns pontos, a chuva poderá vir com risco de vendaval isolado e granizo, mesmo em grande quantidade com chance de acumulação. Reitera-se que são situações pontuais, localizadas, e que não se espera um quadro de mau tempo com caráter generalizado.

As áreas mais a Oeste do Sul do Brasil, inclusive, devem permanecer com predomínio do tempo firme na maior parte dos municípios com apenas aumento de nuvens. Vai seguir fazendo calor, como neste sábado que teve mais de 35ºC no Noroeste gaúcho, além do Oeste e o Noroeste do Paraná.

Anúncios