Risco de chuva localmente forte a intensa no Rio Grande do Sul segue nesta terça-feira. Maiores volumes tendem a ocorrer na Metade Norte gaúcha. Chuva já soma mais de 100 mm em algumas cidades. | DENIS GOERL

Chuva volumosa atingiu diversas cidades gaúchas ontem e nas primeiras horas desta terça-feira. Grande número de municípios anotou mais de 50 mm e alguns pontos chegaram a ter mais de 100 mm. Precipitações torrenciais causaram alagamentos em algumas localidades, risco que era antecipado pela MetSul Meteorologia.

A chuva no Rio Grande do Sul decorre da interação entre área de baixa pressão atmosfera com uma massa de ar quente e úmida. Baixas pressões aumentam a instabilidade e com a atmosfera quente e carregada de umidade cresce o risco de episódios de chuva volumosa.

De acordo com dados de estações do Instituto Nacional de Meteorologia, os volumes em 24 horas até 7h desta terça-feira foram de 87 mm em Santiago, 70 mm em São Luiz Gonzaga, 62 mm em São Vicente do Sul, 61 mm em Passo Fundo, 54 mm em Quaraí, 50 mm em Mostardas, 48 mm em Frederico Westphalen, 41 mm em Pelotas e 40 mm em Jaguarão.

Já na rede do Centro Nacional de Monitoramento de Desastres (Cemaden) os mais altos acumulados em 24 horas até 7h desta terça foram de 189 mm em Nova Palma. 113 mm em Faxinal do Soturno, 95 mm em Arroio Grande, 93 mm em Camaquã, 88 mm em Itaqui, 84 mm em Entre-Ijuís, 64 mm em Arroio do Tigre e Passo Fundo, 59 mm em Segredo, 57 mm em Santa Maria, 55 mm em Uruguaiana, 51 mm em Ijuí e 50 mm em Passo Fundo.

A chuva muito forte causou alagamentos em diferentes cidades do interior do Rio Grande do Sul. Em Camaquã, estação automática partícula anotou em 24 horas até 7h desta terça um acumulado de 129 mm. Somente entre 21h e 22h de ontem caíram 63 mm. Moradores relataram à MetSul que a água invadiu suas casas pela primeira vez. Em São José do Norte, a chuva também causou alagamentos. Passo Fundo teve chuva forte acompanhada de rajadas de vento.

A MetSul Meteorologia destaca que o risco de chuva localmente forte a intensa segue hoje no Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre e região metropolitana, que até agora tiveram pouca chuva, há risco de períodos de chuva moderada a forte no decorrer desta terça-feira em alguns pontos.

Já nesta manhã se espera chuva em vários pontos do território gaúcho. Da tarde para a noite, a instabilidade deve se concentrar na Metade Norte enquanto no Sul ocorrem momentos de melhoria. A chuva novamente será forte em pontos isolados com possibilidade de elevados volumes em curto intervalo, o que pode provocar alagamentos.

O tempo não firma nos próximos dias, embora o sol apareça com nuvens em diversas cidades. Pancadas de chuva localizadas atingirão vários pontos, especialmente locais das Metades Norte e Oeste do estado enquanto no Sul e no Leste gaúcho em vários pontos deve chover pouco ou nada.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.