Anúncios

A segunda-feira no Rio Grande do Sul, como no domingo, teve pancadas isoladas de chuva, assim como já tinha ocorrido no domingo. Chuva muito irregular, como é comum nestas formações de instabilidade que são localizadas e típicas desta época do ano, geradas pela combinação de calor e umidade. Chove em um ponto e não chove no outro. Numa mesma cidade, alguns bairros estão com sol e outros com chuva. 

O cenário começa a mudar durante esta terça-feira. Apesar de ainda irregular na distribuição e com enorme variabilidade de volumes de ponto para outro, a chuva deve atingir um número muito maior de cidades da tarde para a noite desta terça-feira, podendo ser forte isoladamente. 

Clique aqui e consulte a previsão de chuva dos modelos para a sua cidade

A instabilidade maior, entretanto, é esperada entre amanhã e quinta-feira, quando se espera chuva em todas as regiões do Rio Grande do Sul e com altos volumes localizados em muitos municípios. Haverá ainda o risco de tempestades localizadas de vento forte e granizo. É o começo de um longo período de instabilidade que vai prosseguir pelos primeiros dias de fevereiro e que será responsável por volumes de chuva muito altos no Estado. 

Projeção de chuva para hoje do modelo alemão Icon

 


Os acumulados que são indicados para os próximos dez a quinze dias no território gaúcho são por demais elevados com marcas excepcionalmente altas de precipitação em algumas regiões, em um padrão que não é típico do verão no Rio Grande do Sul e sim dos meses de inverno e primavera, quando são habituais períodos de chuva excessivamente volumosa.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios