Anúncios

A cidade do Rio de Janeiro enfrentou na noite desta segunda-feira o segundo grande temporal deste ano. Em apenas quatro horas vários bairros tiveram mais de 200 mm de precipitação, superando os volumes da tempestade de fevereiro que deixou sete mortos na capital fluminense. A cidade mergulhou no caos com múltiplos alagamentos e deslizamentos de terra com vítimas.



Temporais nesta época do ano não são incomuns. Em 2010, também em abril, a cidade do Rio de Janeiro enfrentou igualmente um evento de chuva extrema. Assim como agora, o aguaceiro foi favorecido pelo avanço de uma massa de ar frio pelo Sul do Brasil. O fluxo de umidade do oceano ao encontrar os morros e montanhas do Rio gera chuva de relevo (chuva orográfica) com acumulados extremamente altos em curto período. Modelos indicam a continuidade da chuva nesta terça no Rio e que em alguns momentos deve ser moderada a forte. 

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios