Chuva intensa deixou carros boiando em Belo Horizonte durante temporal | REDES SOCIAIS/REPRODUÇÃO

Belo Horizonte enfrentou muitos transtornos pelo temporal com chuva intensa que se abateu sobre a cidade na tarde desta quinta-feira, alagando ruas, bloqueando avenidas e deixando até carros submersos. A MetSul Meteorologia havia alertado para chuva localmente forte a intensa nos estados do Sudeste e antecipa novos episódios isolados de chuva muito forte.

O temporal da tarde de hoje em BH complicou muito o trânsito da capital mineira no fim do expediente, dificultando o retorno para casa. Algumas das principais vias da cidade enfrentaram alagamentos pela precipitação torrencial. A água chegou a invadir alguns estabelecimentos comerciais com prejuízos para os lojistas.

Os alagamentos afetaram, por exemplo, as avenidas Antônio Carlos e Cristiano Machado, que são duas das principais vias da cidade de Belo Horizonte. A empresa BHTrans informou que a Cristiano Machado chegou a ser fechada por ponto de alagamento que era intransitável.


Os acumulados de chuva em apenas duas horas entre 16h30 e 18h30 foram de 52,3 mm em Barreiro, 63 mm no Centro-Sul (32% da média do mês), 6 mm no Leste, 46 mm no Nordeste, 14 mm no Noroeste, 0,8 mm no Norte, 49 mm na regional Oeste da cidade, 6 mm na Pampulha e 2 mm na Venda Nova.

Os números da Defesa Civil mostram como a chuva variou uma enormidade dentro da cidade de Belo Horizonte com um terço da média do mês em alguns locais e quase nada em outros. Uma situação muito comum em temporais de verão gerados por ar quente e úmido em que nuvens carregadas despejam altos volumes de chuva de forma localizada.

O calor ainda pode provocar chuva isolada na sexta e no sábado em Belo Horizonte, mas a probabilidade de chover será menor. As tardes tendem a ser mais quente nos dois dias. No domingo e na segunda, o risco de chuva forte localizada e passageira da tarde para a noite torna a aumentar.


Com o que já choveu e ainda se espera de chuva no restante do mês, março vai acabar com chuva acima da média histórica de 197,5 mm em diferentes pontos da cidade. Desde o começo de março as pancadas têm sido rotineiras e há locais de Belo Horizonte em que a precipitação superou 100 mm apenas na primeira semana do mês.

A MetSul Meteorologia está nos canais do WhatsApp. Inscreva-se aqui para ter acesso ao canal no aplicativo de mensagens e receber as previsões, alertas e informações sobre o que de mais importante ocorre no tempo e clima do Brasil e no mundo, com dados e informações exclusivos do nosso time de meteorologistas.