Anúncios

A MetSul Meteorologia alerta para um evento de chuva muito volumosa e excessiva em parte do Sul até o começo da semana com prováveis transtornos e problemas para a população. Trata-se de uma situação de alto risco meteorológico. 

Os acumulados de precipitação devem ser muito altos e, isoladamente, extremamente elevados com marcas que, se confirmando, podem trazer significativos riscos para as comunidades atingidas. 


Os dados analisados pela MetSul neste sábado (27) indicam que as regiões de maior risco de chuva com volumes muito altos são o Leste de Santa Catarina e o Leste do Paraná. Em particular, as áreas de risco mais alto são aquelas compreendidas entre a região de Florianópolis e o Nordeste catarinense, o litoral paranaense. 

Os modelos numéricos indicam para estas regiões acumulados localmente muito altos nos próximos dias com a possibilidade de alguns pontos terem registros de 200 mm a 400 mm na soma deste fim de semana e na segunda-feira, não se afastando marcas isoladas superiores por efeito de orografia (relevo). Pode, assim, ser um evento de chuva extrema em cenário de perigo. 

O mapa abaixo mostra a projeção de chuva entre hoje e segunda (72h) do modelo WRF, que está disponível na seção de mapas ao assinante com duas atualizações diárias. Observa-se justamente a perspectiva de chover excessivamente entre o Leste catarinense e paranaense.

A MetSul enfatiza que toda esta chuva não vai cair em um momento só. Serão vários momentos em sequência de instabilidade e haverá momentos sem chuva em que o sol pode aparecer. O tempo, ademais, estará por vezes ventoso e vento moderado a forte pode acompanhar a chuva. 

O que vai determinar os altos volumes serão os dias seguidos de instabilidade em que ocorrerão períodos de chuva muito intensa e torrencial com altíssimos acumulados em curtos intervalos.

Por isso, nas áreas mencionadas, há um alto risco de ocorrências de transtornos e problemas para a população como alagamentos, inundações repentinas, deslizamentos de terra e ainda subida de arroios ou rios. 


Pessoas nestas regiões, especialmente em áreas de risco de inundações e deslizamentos, devem redobrar a atenção ante o cenário de perigo.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios