Anúncios

Vertedouros da gigantesca hidrelétrica de Três Gargantas foram abertos (Xinhua/Xiao Yijiu)

A segunda cheia do rio Yangtze, o principal da China, passo pela enorme represa das Três Gargantas no domingo. O reservatório das Três Gargantas teve um fluxo de 46.000 metros cúbicos por segundo às 20h do domingo comparado com um pico de 61.000 metros cúbicos por segundo às 8 da manhã do sábado e que durou 18 horas.

Às oito da noite do domingo, hora local, o nível da água do reservatório atingiu um recorde de 164,18 metros desde a construção da barragem. Anteriormente, seu nível mais alto era 163,11 metros. De acordo com a China Three Gorges Corporation, a barragem reteve acumulativamente 14 bilhões de metros cúbicos de água da enchente.


Xiao Yijiu/Xinhua

Xiao Yijiu/Xinhua

As autoridades da China chegaram a destruir uma represa para liberar as águas em meio a inundações generalizadas que custaram  dezenas de vidas. A represa no rio Chu, na província de Anhui, um afluente do rio Yangtze, foi destruída com explosivos na manhã do domingo, informou a emissora estatal CCTV.

Clique aqui para ver os números e imagens impressionantes das enchentes na China

As enchentes deixaram mais de 140 pessoas mortas ou desaparecidas e as inundações afetaram quase 24 milhões desde o início de julho, de acordo com o governo chinês.


A agência meteorológica da China emitiu um novo alerta de chuva volumosa que tende a agravar ainda mais as enchentes que castigam o país. 

Anúncios