Anúncios

Imagens de câmeras do circuito interno de tevê, usadas no monitoramento de segurança da empresa Plasbil Revestimentos, mostram o momento em que o tornado passou por Tapejara na madrugada do último sábado. As gravações foram liberadas pela empresa da cidade do Norte do Estado e divulgadas pela Rádio Tapejara. A violência do vento, que é de curta duração, cerca de um minuto, assombra. Imediatamente antes do tornado, chovia e ventava fraco. O vento extremo é acompanhado de chuva, o que indica ter sido tornado envolto em chuva (rainwrapped tornado na designação em Inglês). Este tipo de tornado é considerado muito perigoso porque é de difícil observação visual justamente por estar envolto pela chuva intensa.




No primeiro vídeo, da câmera 16, posicionada no exterior da empresa é possível ver o ferocidade do vento impactando a cidade e mergulhando Tapejara no escuro, apenas com os clarões de relâmpagos e dos danos na rede elétrica (vídeo). Em outro vídeo, este da câmera de segurança número 9, há uma visão do interior do prédio durante a passagem do tornado. A porta, apesar de fechada e trancada, não resiste à pressão do vento (vídeo). A gravação da câmera 3, no exterior da Plasbil, é outra que mostra a impressionante força do vento que atingiu parte da cidade, deixando um rastro de destruição (vídeo). Por fim, a gravação da câmera 1, no lado de fora da empresa Plasbil Revestimentos, mostra como uma chuva quase sem vento em poucos segundos se converte em tempestade de espantosa força, a ponto de deslocar a cancela da entrada (vídeo).

Anúncios