Anúncios

Fim de tarde hoje em Capão da Canoa que terá dias muito quentes no restante da semana e com pouca brisa pra trazer alívio | André Cipele

Regiões que experimentaram uma breve trégua do calor extremo como o Centro, o Sul, o Oeste e o Leste do Estado voltam a ter temperatura muito alta nesta quarta-feira (19) à medida que o ar quente sobre o Estado ganha força.


No Noroeste e no Norte gaúcho, onde o calor não cedeu em nenhum momento com máximas incomuns hoje e sem precedentes em décadas nas Missões, esta quarta será outro dia tórrido. Será o oitavo dia seguido com máxima acima de 40ºC no Rio Grande do Sul.

Na região de Uruguaiana, onde os termômetros hoje marcaram 33ºC, as máximas novamente ficam perto ou ao redor de 30ºC. Aquece bastante também no Sul gaúcho com marcas acima de 35ºC em alguns pontos à tarde. No Centro do Estado, a tarde deve ter 37ºC a 38ºC.


Nos vales e na Grande Porto Alegre, máximas tão altas quanto 36ºC a 38ºC, não se descartando registros ao redor de 40ºC em algumas cidades. No Noroeste do Estado, a tarde deve ter 41ºC a 44ºC em diferentes municípios. No Planalto, tarde com 34ºC a 36ºC. E na Serra, algumas estações devem marcas 33ºC a 34ºC.

O sol aparece com nuvens no Rio Grande do Sul ao longo desta quarta e algumas áreas registram períodos de maior nebulosidade, como o Extremo Sul, onde na área do Chuí pode ter chuva em diferentes momentos do dia.

Pancadas de chuva, com alto risco de vendavais, atingem pontos isolados de diferentes regiões da tarde para a noite devido ao forte aquecimento. É chuva de verão, irregular, isolada e mal distribuída, mas que em algumas poucas áreas pode despejar volumes altos em curtos períodos.

Calor excepcional no Noroeste

Neste sétimo dia consecutivo de máximas acima de 40ºC, o Rio Grande do Sul teve calor com intensidade excepcional em cidades do Noroeste gaúcho. O Instituto Nacional de Meteorologia Inmet anotou nesta terça-feira máximas de 41,1ºC em Santa Rosa, 40,6ºC em São Luiz Gonzaga, 38,7ºC em Santo Augusto, 38,0ºC em Frederico Westphalen, 37,7ºC em Ibirubá e 37,3ºC em Cruz Alta.

A máxima oficial de 40,6ºC hoje em São Luiz Gonzaga é uma das mais altas da série histórica da cidade que se iniciou em 1913. Fez 42,4ºC em 16/1/1943, 40,8ºC em 12/12/1944 e 27/12/1952, 41,0ºC em 15/11/1985.

Estações particulares, por sua vez, apontaram 43,2ºC em Santa Rosa, 43,0ºC em Porto Xavier, 41,0ºC em São Miguel das Missões, 40,7ºC em Santo Ângelo e 40,4ºC em Santo Antônio das Missões. A Secretaria da Agricultura mediu 41,3ºC em Porto Vera Cruz, 39,3ºC em Bossoroca e 39,2ºC em São Borja. Fez 41,8ºC em Alpestre, segundo a Epagri.

A máxima na estação particular de Santa Rosa de 43,2ºC é a mais alta desde o começo das medições há 20 anos, tendo a marca de hoje batido a de 42,9ºC de 9 de fevereiro de 2014. Ontem, a estação do bairro Planalto já tinha acusado 42,3ºC, registro que só durou um dia como o segundo maior da série observacional.

Como o calor segue e tende a aumentar muito nos próximos dias, inclusive em cidades que tiveram um alívio hoje e na segunda, com previsão de máximas tão ou mais extremas que as observadas até agora em muitos locais nesta onda de calor, o risco de temporais fortes a severos localizados no Rio Grande do Sul segue e novas ocorrências de vento destrutivo localizado podem ser registradas no Estado.

Anúncios