Anúncios

O segundo dia do veranico de maio, antecipado há dias pela MetSul Meteorologia, teve calor acima de 30ºC tanto na Grande Porto Alegre quanto no interior do Rio Grande do Sul. A previsão é que a temperatura siga alta até sexta-feira quando se espera sejam anotadas as mais altas máximas desta semana na área metropolitana e vales, horas antes da chegada de uma frente fria.

Porto Alegre teve 29ºC à tarde nesta quarta-feira | FERNANDO OLIVEIRA

Uma massa de ar seco e quente cobre o Rio Grande do Sul neste momento, trazendo a elevada temperatura durante a tarde. As máximas nesta terça-feira à tarde ficaram entre 5ºC e 8ºC acima do que é normal para esta época do ano.


Na rede oficial do Instituto Nacional de Meteorologia, as temperaturas máximas desta quarta foram de 30,3ºC em Campo Bom, 30,1ºC em Alegrete, 29,6ºC em Teutônia, 29,4ºC em São Luiz Gonzaga, 29,3ºC em Santa Maria e 29,0ºC em Camaquã.

Já na rede de estações automáticas particulares, as máximas desta quarta foram de 31,4ºC em Colinas, 31,0ºC em Vera Cruz, 30,8ºC em Três Coroas, 30,7ºC em Porto Xavier, 30,6ºC em Teutônia e São Borja, 30,5ºC em Taquara e Rio Pardo, 30,3ºC em Santa Cruz do Sul e 30,2ºC em Feliz.


Na Grande Porto Alegre, além dos mais de 30ºC em Campo Bom, estações particulares acusaram na tarde de hoje máximas 30,3ºC em Gravataí e em Canoas, 30,2ºC em Novo Hamburgo, 30,1ºC em São Leopoldo e 29,8ºC em Nova Santa Rita.

Na cidade de Porto Alegre, a temperatura mínima na madrugada foi de 15,5ºC e a máxima de 29,4ºC na estação de referência climatológica do bairro Jardim Botânico, onde a máxima média histórica é de 22,6ºC.

Critérios de veranico preenchidos pelo segundo dia

Não existe uma definição técnica na literatura com critérios objetivos que definam o veranico de maio em todo o Rio Grande do Sul. Critérios para a caracterização de um veranico constam de trabalhos do médico e meteorologista Floriano Peixoto Machado, ainda da primeira metade do século passado.

Machado definiu o veranico como um período de tempo estável e mais quente seguindo-se a um de frio no outono ou no inverno. Utilizando a climatologia da cidade de Porto Alegre, o meteorologista definiu quatro critérios objetivos para a caracterização de um veranico em seus apontamentos sobre o clima gaúcho: máximas superiores a 25ºC, mínimas superiores a 12ºC, duração mínima de 4 dias, céu limpo ou com poucas nuvens sob vento muito fraco ou calmo.

Assim, ao contrário do que muita gente e meios de comunicação às vezes se equivocam, um ou dois dias de temperatura mais alta ou quentes em maio ou no inverno não são suficientes para caracterizar um veranico. Uma sequência mais longa de dias com mínimas e máximas mais altas do que o normal se faz necessária de forma a caracterizar o veranico.

Pico do calor na sexta na Grande Porto Alegre

O sol predomina mais uma vez no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira. Maior presença de nuvens é esperada em áreas próximas da fronteira com o Uruguai e no Sul do estado, onde em diferentes municípios ocorrem momentos de céu nublado a encoberto. Já nas demais regiões, tempo mais aberto. O ar quente trazido por correntes de vento de Norte proporciona mais um dia de temperatura alta, o terceiro do veranico.

O amanhecer tem bancos isolados de nevoeiro ou neblina e será agradável. A tarde terá máximas parecidas com as de hoje e torna a fazer calor. Porto Alegre deve ter 28ºC a 29ºC e os vales vão ficar ao redor dos 30ºC assim como setores do Centro, Oeste e o Noroeste do estado.

Na sexta, o sol aparece com nuvens no estado, mas a nebulosidade aumenta e o tempo se instabiliza com o avanço de uma frente fria que traz chuva mais da tarde para a noite no Oeste, no Noroeste, Centro e o Sul gaúcho. O quadro pré-frontal reforça o calor nos vales e na Grande Porto Alegre com máximas acima de 30ºC.

Anúncios