Anúncios


O boletim da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos, a NOAA, divulgado hoje assinalou que o La Nina continua presente e que anomalia da temperatura da superfície do Oceano Pacífico Central, nino 3.4, era -0,8 igual a da semana passada. O que é compatível com um evento de La Nina fraco a moderado. O interessante é que no Pacífico Leste, nino 1+2, próximo a Costa da América do Sul a anomalia foi -1,2°C sendo que na semana passada era +0,2°C, ou seja, houve um forte resfriamento em apenas alguns dias. Olhando de forma mais ampla, a tendência é de transição de La Nina para Neutralidade e a NOAA indica que isso irá ocorrer nas próximas semanas até no máximo o mês de maio. Esse processo começa no oceano, com anomalias que deverão diminuir e oscilar entre 0 e -0,5°C e poderão passar para anomalias positivas no segundo semestre de 2018. Entretanto, a projeção dos modelos dinâmicos e matemáticos indica que o aquecimento não será suficiente para configurar um evento de El Nino. Em termos estatísticos, os modelos indicam um percentual de 20 a 40% de um episódio de El Nino para o segundo semestre, por enquanto.


Anúncios