Anúncios

A anomalia de temperatura da superfície do mar no Pacífico Equatorial Centro-Leste, a denominada região Niño 3,4, foi de -0,4ºC na última semana, conforme o mais recente boletim da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos. Trata-se de um valor característico de neutralidade (-0,4ºC a +0,4ºC), mas não se pode ainda afirmar que o evento de La Niña acabou porque para a caracterização do fenômeno não se leva em conta um dado semanal e sim uma média de várias semanas e nas últimas as condições ainda eram de La Niña.


Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas


Esse dado semanal de -0,4ºC, entretanto, aponta para o contínuo enfraquecimento do evento de resfriamento do Pacífico Equatorial Central e que marcou os últimos meses. Em outras palavras, está em curso a transição para um estado de neutralidade. A última vez em que um dado semanal não trazia anomalia de temperatura da superfície do mar na região Niño 3.4 em patamar de La Niña tinha sido no começo de novembro, quando o valor também tinha sido de -0,4ºC. Por outro lado, as águas do Pacífico Equatorial Leste, próximas do Peru e do Equador, a denominada região Niño 1+2, estão bem mais frias que o normal e a anomalia nessa parte do oceano foi de -1,3ºC na última semana.

Anúncios