Anúncios

Boca do vulcão Cumbre Vieja com lava se abriu na porta de uma casa na ilha de La Palma | IGME

O surgimento de um novo ponto de emissão de lava, 800 metros ao Sul da área principal, surpreendeu os cientistas na última semana. A fissura expelindo magma percorreu um caminho destrutivo sobre uma área antes não afetada no Bairro de Las Manchas, em Las Palmas. A nova boca do vulcão Cumbre Vieja abriu o chão na porta de uma casa coberta de cinzas.

A imagem foi capturada em vídeo por um drone e foi compartilhada no perfil do YouTube da Câmara Municipal de El Paso. A fissura continha uma lava muito fluida, quente e possivelmente mais profunda. A lava avançou em alta velocidade a cerca de 600 metros por hora para a área ao Sul da Sierra del Cogote que protegia o núcleo urbano de El Corazoncillo.


A casa da imagem foi posteriormente destruída pelo rio de lava, que arrastou a residência situada dentro da zona de exclusão. A dona da moradia, de nome Amanda, morava no local antes da erupção com o companheiro e os filhos.

A casa, assim como o cemitério de Las Manchas que também foi destruído, foi quase um símbolo de resistência nos dois meses de erupção. Amanda conta a dor e angústia que sentiu ao ver como aquela boca na base abriu a porta de sua casa. “A boca do vulcão surgiu na frente da casa, mas não sei em que estado está. Nos vídeos, via-se fumaça por cima e até por dentro”, explica.

Amanda, seu companheiro, seu bebê e um filho de 3 anos viviam há sete anos onde hoje só existe um mar de lava e enorme quantidade de cinzas emitidas pelo vulcão Cumbre Vieja. “Eles nunca nos deixaram ir buscar nada”, disse.

O fluxo de lava que surgiu nas últimas horas a Oeste de Montaña Cogote destruiu 60 edificações em apenas 36 horas. A erupção continua ativa a Oeste do cone principal com a lava fluindo por um tubo vulcânico. O magma se move para Oeste sobre áreas anteriormente bloqueadas e atinge áreas anteriormente não afetadas.

A magnitude da erupção do vulcão Cumbre Vieja, em Las Palmas, nas Ilhas Canárias, que teve início em 19 de setembro, foi elevada de VEI-2 para VEI-3 no último mês. A decisão de subir o índice de explosividade da erupção ocorreu após a constatação que 10 milhões de metros cúbicos de material piroclástico já tinham sido emitidos.

Em vulcanologia, existe uma escala conhecida como Índice de Explosividade Vulcânica (IEV-VEI), que é um indicador do tamanho e da explosividade das erupções. Ele registra a quantidade (volume) de material que um vulcão expele e a altura da nuvem de erupção. A escala IEV-VEI varia de 0 a 8, mas é logarítmica, o que significa que um aumento de 1 na escala representa uma explosão 10 vezes mais potente.

A atividade vulcânica na parte Sul da ilha de La Palma já dura pelo menos 125.000 anos e formou o vulcão conhecido como Cumbre Vieja, ou também simplesmente como Dorsal Sur. Apesar de serem estruturas diferentes, o Cumbre Vieja pode fazer parte do vulcão Taburiente.

O Cumbre Vieja entrou em erupção em 1971, 1949, 1712, 1677, 1646 e 1585. É o vulcão mais ativo das Ilhas Canárias. As erupções ocorreram em intervalos de 20-60 anos. Exceção foi a notável dormência de 237 anos entre 1712 e 1949. Cientistas especulam que a enorme erupção de seis anos na vizinha Ilha de Lanzarote, em 1730, induziu a longa dormência em Cumbre Vieja de mais de dois séculos até 1949.

Anúncios