Anúncios

Foi a notícia da semana na área de tecnologia. A rede social Twitter sofreu um ataque hacker sem precedentes na quarta-feira (15), quando algumas das contas mais populares e com milhões de seguidores como os de Bill Gates, Elon Musk e Barack Obama foram alvos. 

A empresa informou que se tratou de um golpe de engenharia social utilizado para acessar ferramentas internas e obter acesso indevido às contas populares.


A Meteorologia não escapou de sentir os efeitos da ação contra o Twitter. Diversas contas do Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos ficaram suspensas na noite de quarta-feira, quando uma linha de tempestades com possíveis tornados se deslocava  pelo Meio-Oeste norte-americano. Internautas chegaram a fazer apelos nas redes.

As contas de Twitter do NWS são usadas para enviar informações que podem salvar vidas como avisos meteorológicos, imagens de radar e outros conteúdos relevantes de interesse público. 

Quando vários avisos de tornados foram emitidos na noite da quarta-feira, as contas dos escritórios locais do NWS em todo o Missouri e Illinois ficaram em silêncio devido à suspensão pelo Twitter no mundo inteiro de todas as contas “verificadas”, que possuem um selo azul identificando como confiáveis ​​e autênticas.

Os tweets do Serviço Nacional de Meteorologia e todas as demais contas verificados voltaram após uma interrupção de duas horas e meia. Foi o caso da MetSul, que por ter conta verificada, ficou impossibilitada brevemente na noite de quarta-feira de informar as últimas notícias do frio e da volta da chuva no dia seguinte. 

“Esse episódio revela a importância de acessar a Meteorologia em múltiplas plataformas. A MetSul divulga seus alertas em espaços de rádio, jornal, televisão, YouTube, Twitter, Facebook e em metsul.com”, destaca a meteorologista Estael Sias.

Anúncios