Anúncios

A MetSul Meteorologia alerta para um quadro de intensa instabilidade no Rio Grande do Sul entre esta quinta-feira e parte do sábado. Áreas de instabilidade já começaram a ingressar no Estado hoje com chuva em algumas regiões, mas será nesta quinta que as condições atmosféricas devem se deteriorar muito.

Áreas de menor pressão atmosférica (cavados) entre o Sul do Brasil e o Norte da Argentina vão estimular a formação de nuvens muito carregadas. E na sexta-feira ainda haverá o aprofundamento de centro de baixa pressão junto à costa da província de Buenos Aires que se converterá em ciclone extratropical no Atlântico Sul, o que vai organizar uma frente fria e intensificá-la sobre o Sul do Brasil.


Os meteorologistas da MetSul advertem para volumes muito elevados de chuva entre hoje e sábado na maioria das regiões gaúchas, notadamente o Oeste, Centro e a Metade Norte do Estado. Grande número de municípios deve ter acumulados próximos ou acima de 100 mm neste período de três dias e haverá pontos com marcas de 150 mm a 200 mm, isoladamente superiores.

A chuva mais intensa ocorre da tarde pra noite desta quinta e no decorrer da sexta, mas no sábado ainda pode chover muito em pontos da Metade Norte. Diante deste cenário de chuva muito excessiva, em que os volumes devem ficar entre a média e o dobro da média do mês em tão-somente 72 horas, são prováveis alagamentos e inundações em diferentes municípios. Há risco de crescida de rios, arroios e córregos. Porto Alegre e região metropolitana estão entre as áreas de risco de chuva excessiva.

Com o ciclone no Prata, uma corrente de jato em baixos níveis da atmosfera (corredor de vento a cerca de 1500 metros de altitude) vai se originar na Bolívia e transportar ar quente para o Sul do Brasil na dianteira da frente fria.

Por isso, a MetSul adverte que as condições serão favoráveis a temporais, alguns isoladamente fortes a severos, com risco de granizo e vendavais, nesta quinta e  na sexta principalmente na Metade Norte do Rio Grande do Sul. Em Santa Catarina e no Paraná, os temporais são mais prováveis entre o final desta quinta e o começo do sábado.

Alguns vendavais localmente podem ser fortes e com risco de danos. Mesmo uma possibilidade marginal de atividade tornádica não é afastada.


Com o avanço de ar mais seco e frio de alta pressão, o tempo deve apresentar melhoria gradual e a volta do sol na maioria das regiões gaúchas no decorrer do domingo.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios