O sol aparece com nuvens nesta terça-feira na maioria das regiões gaúchas, mas, com o ingresso de ar mais quente e úmido a partir do Norte da Argentina e o Paraguai, deverá aumentar a nebulosidade no decorrer do dia no Estado com a atmosfera se instabilizando. Por isso, a tendência é que pancadas de chuva atinjam a maioria das regiões do Estado hoje, em especial em horas da tarde e da noite. Em pontos do Oeste e Noroeste já chove desde o começo da manhã. Com o avançar do dia, a instabilidade do Oeste se espalha pelo Rio Grande do Sul, possivelmente alcançando Porto Alegre e região. A MetSul Meteorologia alerta que ante a atmosfera quente e úmida com altas taxas de instabilidade atmosférica muitas das nuvens vão ser bastante carregadas com provável chuva localmente forte a intensa com temporais, alguns até fortes, de vento e granizo.


Projeção do modelo GFS do índice de instabilidade CAPE indica valores até acima de 2000 J/Kg para a segunda metade desta terça-feira, o que significa ambiente bastante propício para o registro de temporais


A MetSul Meteorologia adverte, contudo, que a quarta (31) e a quinta-feira (1) são os dias que se revestem de maior risco no Rio Grande do Sul com alta probabilidade de chuva forte a torrencial em diversas regiões e muitos temporais, alguns fortes a severos com potencial de danos por vento ou granizo. Dois fatores críticos para a instabilidade intensa vão se somar neste dois dias: o ingresso de ar muito quente com significativa corrente de jato em baixos níveis da atmosfera a partir do Norte da Argentina e a Bolívia, e pressão atmosférica bastante baixa ao redor de 1000 hPa. Tal como no dia último 20 de dezembro, é acentuado o risco de vento forte. Para os dois dias, os modelos numéricos que temos analisados indicam valores de instabilidade atmosféricas muito elevados na maior parte do Estado com chuva e a probabilidade de alta incidência de raios.



Projeção de chuva acumulada em 24h do modelo americano GFS/NCEP/NOAA até o final da quarta (acima) e até o fim da quinta (abaixo) indica altos volumes no Estado com os maiores acumulados na quinta-feira

Atenção! Destacam-se os indicativos em várias simulações computadorizadas globais e regionais analisadas pela MetSul Meteorologia da possibilidade de altos volumes de chuva, sobretudo durante a quinta. Tanto amanhã como na quinta as condições vão ser muito favoráveis ao registro de precipitações intensas no Rio Grande do Sul com altos volumes em curto período, o que traz risco de alagamentos, mas será a quinta-feira o dia com maior probabilidade de chuva volumosa com acumulados acima de 100 mm (média inteira de janeiro) em apenas um dia. Porto Alegre e região metropolitana estão na área de risco de chuva volumosa. O começo da sexta-feira ainda exigirá atenção. Fique atento às redes sociais da MetSul Meteorologia (Twitter e Facebook) para atualizações constantes e a qualquer hora sobre esta nova situação de tempo severo.