Anúncios

Sandro Müller/Arquivo

A MetSul Meteorologia alerta que os próximos dias serão de muita instabilidade no Rio Grande do Sul com chuva freqüente e um alto risco de tempo severo. O tão esperado e necessário alívio para a estiagem virá ao custo de temporais que podem trazer estragos e transtornos em alguns municípios.

O sol aparece em todo o Rio Grande do Sul nesta quarta-feira que será um dia tórrido no Estado, mas a nebulosidade aumenta. Frente fria ingressa no Sul e no Oeste gaúcho com chuva, localmente forte a intensa com risco de vendavais localizados e granizo isolado. A instabilidade ocorre da tarde para a noite nestas regiões, mas em locais da fronteira já não se afasta de manhã. Por isso, aquece menos no Oeste e no Sul. Nas demais regiões, sol e nuvens com tarde escaldante e máxima ao redor de 40ºC em diversas cidades. Mesmo que os modelos não indiquem instabilidade nestas áreas na quarta-feira, devido ao calor muito intenso não se descarta que se formem áreas de instabilidade muito localizadas na segunda metade do dia.


A instabilidade deve alcançar um maior número de regiões, inclusive a de Porto Alegre e área metropolitana, no decorrer da quinta-feira. O sol até aparece com nuvens ao menos em parte do dia na maioria das áreas do Estado, mas novas áreas de instabilidade devem se formar no decorrer do dia com expectativa de chuva na maior parte do Estado até o fim do dia. Como a atmosfera estará muito quente e abafada, há risco de chuva localmente forte a intensa com temporais isolados de vento forte e granizo. Algumas áreas já devem ter chuva entre a madrugada e de manhã, mas a instabilidade maior deverá ocorrer da tarde para a noite.

Na sexta-feira, o Rio Grande do Sul deve ter ainda chuva. A instabilidade se concentrará principalmente do Centro para o Norte do Estado ainda com risco de pancadas isoladas de forte intensidade e de temporais localizados. Só que a chuva não vai parar por aí. No fim de semana, que deve ser de alternância de sol, nuvens e chuva, a formação de áreas de instabilidade será freqüente no território gaúcho com tendência de chuva na maior parte do Estado. Vários dados indicam a possibilidade de chuva forte com altos volumes em algumas regiões. A atmosfera quente e úmida manterá o risco de ocorrência de tempo severo com tempestades localizadas em que podem ocorrer vendavais e queda de granizo.


A chuva dos próximos dias deve trazer um alívio relevante na estiagem em parte do Rio Grande do Sul com acumulados de precipitação altos em diversas localidades, sobretudo do Centro para o Oeste e o Norte do Estado.  O mapa acima do modelo Icon do serviço meteorológico alemão, disponível ao assinante na seção de mapas com quatro atualizações diárias, mostra que os volumes de chuva nos próximos sete dias devem ser bastante altos em parte do Estado com marcas em alguns municípios próximas ou acima da média de chuva de novembro ou dezembro.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

Anúncios