Anúncios

Volumes muito altos de chuva foram registrados durante a segunda-feira em diversas regiões do Estado. Em Porto Alegre, apenas entre a madrugada e de manhã caíram 50 mm que se somaram aos 20 mm precipitados no domingo, o que provocou alagamentos e queda de árvores. No interior, a chuva foi ainda mais volumosa.

Estações de monitoramento registram até o final da tarde, na soma da chuva de domingo e da segunda-feira, 145 mm em Cachoeira do Sul, 130 mm em Candelária, 120 mm em Venâncio Aires, 115 mm em Lajeado, 105 mm em Canguçu, e 100 mm em Arroio do Tigre e Cruzeiro do Sul. Não só chuva volumosa ocorreu com a instabilidade. Em Santa Maria, no começo da manhã de ontem, algumas rios pareciam rios.


Pelo segundo dia seguido houve queda de granizo em diferentes municípios, inclusive em pontos da Grande Porto Alegre na madrugada. Nos vales do Sinos e do Caí, o granizo trouxe danos. Em Soledade, no alto da Serra do Botucaraí, foi o vento forte que provocou estragos ao destelhar um ginásio.


A MetSul alerta que o quadro de instabilidade deve durar, ao menos, até o começo da semana que vem. Haverá períodos de melhoria, inclusive com sol e calor nos próximos dias, porém o tempo não vai firmar. E entre domingo e segunda, com ingresso de ar extremamente quente, o risco de temporais fortes a destrutivos aumentará consideravelmente.

Assine gratuitamente nossa newsletter para notícias e alertas

 

Anúncios